Grande Rio registra redução de tiroteios em dezembro
Agência Brasil

Grande Rio registra redução de tiroteios em dezembro

portalmixvaleultimasnoticias1200 (1)

A plataforma digital Fogo Cruzado registrou, em dezembro, 362 tiroteios ou disparos de arma de fogo na região metropolitana do Rio. Ao todo, 166 pessoas foram baleadas no último mês do ano, sendo que 93 delas morreram. Em comparação com o mesmo período de 2018, houve uma queda de 49% de tiros. No ano anterior, foram registrados 711 disparos em dezembro, que deixaram 210 pessoas baleadas, sendo 94 mortas. Apesar da redução no número de tiroteios, o número de mortos ao longo do ano de 2019 aumentou: foram 1.517 contra 1.482 em 2018 e 1.330 em 2017.

O número de tiroteios ou disparos de arma de fogo registrado em dezembro já é o 8º menor desde que o Fogo Cruzado foi criado, em julho de 2016, e desde abril de 2017 a região metropolitana do Rio não concentrava menos de 400 registros de tiros em um mês.

O município do Rio de Janeiro concentrou 54% de todos os tiroteios e disparos de arma de fogo no Grande Rio em dezembro e foi o campeão no ranking com 196 registros. Em segundo lugar está São Gonçalo (51), seguido por Belford Roxo (25), Niterói (19), Duque de Caxias (18) e Nova Iguaçu (17). O Rio de Janeiro também foi o município com mais baleados, foram 64 no total, seguido de São Gonçalo (43) e Niterói (17). Em comparação com novembro, que teve 463 tiroteios no Grande Rio, dezembro (362) teve uma queda de 22% nos registros. O número de baleados também caiu 10%: foram 163 em dezembro e 184 em novembro.

A Vila Kennedy, comunidade da zona oeste do Rio, foi pelo terceiro mês consecutivo, o bairro com o maior número de tiroteios ou disparos de arma de fogo no Grande Rio, 29 no total. Em seguida está Cidade de Deus (16), Centro de Belford Roxo (8) e Costa Barros (8). O Jardim Catarina, em São Gonçalo, ficou na décima primeira posição.

O Fogo Cruzado é uma plataforma digital colaborativa que mapeia tiroteios e disparos de arma de fogo na região metropolitana do Rio de Janeiro.

 

To Top