Regina Duarte diz que está "noivando" com Bolsonaro na Cultura
Entertainment and Lifestyle

Regina Duarte diz que está “noivando” com Bolsonaro na Cultura

Regina Duarte diz que está "noivando" com governo e irá a Brasília conhecer Secretaria de Cultura

Regina Duarte diz que está “noivando” com Bolsonaro na Cultura. A atriz Regina Duarte, 72 anos, disse nesta segunda-feira, depois do encontro com o presidente Jair Bolsonaro no Rio de Janeiro, que irá a Brasília conhecer a Secretaria Especial de Cultura na próxima quarta-feira e que está “noivando” com o governo, de acordo com informações repassadas pelo Palácio do Planalto. Baixe o Aplicativo Gratuito do Portal Mix Vale

Em sua conta no Twitter, o presidente publicou uma foto do encontro com Regina no Rio de Janeiro e disse que ambos iniciaram “um noivado que dará frutos ao país”.

“Tivemos uma excelente conversa sobre o futuro da cultura no país”, escreveu Bolsonaro.

Quem perdeu o emprego pode realizar o saque do FGTS?

A atriz foi convidada na última sexta-feira para assumir a secretaria em substituição a Roberto Alvim, demitido depois de ter divulgado um vídeo usando citações do ministro nazista Joseph Goebbels.

Contratada da TV Globo, emissora com quem o presidente tem uma relação conflituosa, Regina conheceu Bolsonaro em 2018, durante a campanha eleitoral, quando teve um encontro de cerca de uma hora com o então candidato, intermediado pela deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP), de quem é amiga.

Em mais de uma ocasião, a atriz defendeu o presidente. Depois do encontro em 2018, Regina afirmou que Bolsonaro não era machista, racista ou homofóbico, como o acusam, mas “um homem doce”, “um homem dos anos 50”, e que suas falas mais criticadas eram “da boca para fora”.

No ano passado, quando a classe artística criticava os cortes nas áreas de educação e cultura, a atriz defendeu mais uma vez o governo, afirmando que o momento era de conter gastos.

Ainda sob contrato com a TV Globo, a atriz está fora das telas desde março de 2019, quando acabou a novela das 18h Tempo de Amar, seu último papel.

Entidades criticam fala de Bolsonaro e veem ameaça à liberdade de imprensa

Se for nomeada definitivamente para o cargo, a atriz terá que encerrar seu contrato com a emissora, que não permite a participação de seus contratados em cargos políticos.

(Reportagem de Lisandra Paraguassu)

tagreuters.com2020binary_LYNXMPEG0J1NP-BASEIMAGE

10 anos no INSS para pedir a revisão na aposentadoria

To Top