Advogada de Weinstein ataca credibilidade de acusadoras em julgamento por estupro em NY
Entertainment and Lifestyle

Advogada de Weinstein ataca credibilidade de acusadoras em julgamento por estupro em NY

Por Brendan Pierson

NOVA YORK (Reuters) – Uma das advogadas de defesa de Harvey Weinstein atacou a credibilidade das mulheres que acusam o ex-produtor cinematográfico de abusos sexuais e pediu que os jurados o absolvam nos argumentos de encerramento do julgamento em Nova York, nesta quinta-feira.

Weinstein, 67, se declarou inocente diante das acusações de agressão sexual contra a ex-assistente de produção Mimi Haleyi em 2006 e de estupro de Jessica Mann, que à época era aspirante a atriz, em 2013.

A advogada de defesa de Weinstein Donna Rotunno começou pedindo que os jurados usassem o bom senso ao avaliar as evidências apresentadas no julgamento.

“Historicamente, vocês são a última linha de defesa neste país para a imprensa excessivamente zelosa, para a perseguição excessivamente zelosa”, afirmou a advogada.

O júri deve ouvir o argumento final da promotoria na sexta-feira. O julgamento começou há mais de um mês.

O processo é um marco para o movimento #MeToo, no qual mulheres fizeram acusações de má conduta sexual sobre homens poderosos nos negócios, no showbusiness, na imprensa e na política.

Desde 2017, mais de 80 mulheres acusaram Weinstein de má conduta sexual.

O ex-produtor, que esteve por trás de filmes incluindo “O Paciente Inglês” e “Shakespeare Apaixonado”, nega ter feito sexo sem consentimento.

tagreuters.com2020binary_LYNXMPEG1C214-BASEIMAGE

To Top