Novos pedidos Aposentadoria serão analisados até Março
Benefícios

Novos pedidos Aposentadoria serão analisados até Março

INSS Previdência Pente-Fino Revisão Antencipação Salário Social Reforma da Previdência Aposentadoria Benefícios FGTS Bolsa Família Nis CNIS Extrato Banco Governo Pis Pasep Pis-Pasep Aposentado Idoso FGTS Caixa Banco do Cálculo Demora Brasil Maternidade Auxílio-Reclusão Saques Pagamento Vencimento Retiradas Refis MeuINSS Auxílio-Doença Aposentadoria Por Invalidez Contribuição BPC-Loas Pensão por Morte Pensionista Empréstimo MEi Consignado

Novos pedidos Aposentadoria serão analisados até Março. O INSS prevê que terá condições de iniciar até o fim de março as análises de benefícios que considerem as regras da reforma da Previdência, quando os seus sistemas eletrônicos deverão estar adaptados à legislação em vigor desde 13 de novembro do ano passado. Baixe o Aplicativo Gratuito do Portal Mix Vale

Em dezembro, o Agora revelou que requerimentos com a DIB (Data de Início do Benefício) a partir da data de vigência da reforma somente seriam avaliados após as alterações de sistema. O que, na prática, determinava a suspensão da análise de novos benefícios.

Quem recebe o PIS de R$ 87 a R$ 1.039 até junho de 2020

Neste momento, a análise de direitos obtidos após a reforma é parcial, atendendo requerimentos como salário-maternidade e auxílio-doença.
Os pedidos de aposentadorias, principal foco das mudanças feitas pelo governo, ainda esperam que os sistemas do INSS possam computar as contribuições para acesso ao benefício conforme as regras de transição e as fórmulas de cálculo da reforma.

As alterações na legislação também afetam serviços de simulação da contagem do tempo de contribuição pelo aplicativo Meu INSS. Neste caso, o órgão prevê a regularização do serviço até 28 de janeiro.

Bolsonaro quer militares na força-tarefa no INSS

Além da necessidade de adaptar seus sistemas à reforma, o INSS enfrenta crise gerada pela falta de servidores e pelo aumento da procura pelos serviços. A fila de benefícios à espera há mais de 45 dias tem 1,3 milhão de pedidos.

Com os atrasos nas Aposentadorias, veja direitos no INSS dos Segurados

To Top