Israel recomenda cidadãos a não viajarem para o exterior como precaução ao coronavírus
Asia

Israel recomenda cidadãos a não viajarem para o exterior como precaução ao coronavírus

JERUSALÉM (Reuters) – Israel recomendou a seus cidadãos nesta quarta-feira para reconsiderar as viagens ao exterior, citando a crescente disseminação do coronavírus fora do país.

Dois israelenses que voltaram para casa depois de ficarem em quarentena no Japão no navio Diamond Princess são os únicos casos confirmados de coronavírus em Israel, e o ministério preparou instalações de quarentena caso ocorram mais infecções.

Em comunicado, o ministro da Saúde israelense anunciou que os israelenses que estão retornando da Itália, onde o contágio piorou, deveriam ficar em casa por duas semanas.

Expandindo suas medidas de precaução, o ministério disse que agora também está pedindo ao público “que reconsidere a necessidade de voos para o exterior em geral, além do isolamento necessário ao retornar de países específicos”.

“A avaliação é de que há uma alta probabilidade de a doença já ter se espalhado para outras regiões da Europa e muitos outros lugares do mundo”, afirmou o ministério no comunicado.

O ministério já havia instruído os israelenses que retornavam de Japão, Hong Kong, Macau, Cingapura, Tailândia e Coreia do Sul a ficarem em casa em isolamento por 14 dias.

(Por Jeffrey Heller e Chizu Nomiyama)

tagreuters.com2020binary_LYNXNPEG1P28J-BASEIMAGE

To Top