Dezenas de pessoas são liberadas de hotel isolado devido ao coronavírus em Tenerife
Europe

Dezenas de pessoas são liberadas de hotel isolado devido ao coronavírus em Tenerife

Por Nathan Allen

TENERIFE, Espanha (Reuters) – Cerca de 130 hóspedes foram liberados nesta quinta-feira para deixar um hotel em Tenerife que foi isolado após quatro casos de coronavírus terem sido detectados no local, mas autoridades espanholas fizeram pouco para acalmar as preocupações dos quase 600 turistas que permanecerão lá.

Um vídeo de dentro do H10 Costa Adeje Palace Hotel mostrou hóspedes tomando banho de sol em uma das piscinas e outros servindo-se em um restaurante. Alguns usavam máscaras, mas não todos, abaixando-as enquanto comiam.

Lara Pennington, de Manchester, que segue no hotel com seus filhos e sogros idosos, disse que medidas básicas de segurança, como usar máscaras e lavar as mãos regularmente, estão sendo ignoradas.

“Há várias pessoas que não aderem ao protocolo e, portanto, o ambiente fora de nossos quartos ainda permanece muito perigoso. Não temos intenção de sair de nossos quartos”, disse ela.

Carlota, uma enfermeira voluntária prestes a entrar no hotel, afirmou à Reuters: “O que realmente tememos é que outras pessoas possam ser infectadas. Supostamente não é um vírus mortal em pessoas saudáveis.”

Um porta-voz do governo regional disse que nenhum dos hóspedes restantes apresentava sintomas e eles podem ser liberados antes do final de um período de isolamento de 14 dias imposto na quarta-feira.

“Foi tomada uma decisão para liberar do hotel 130 pessoas”, declarou ele em comentários televisionados.

O hotel, que afirmou estar cooperando com as autoridades, não respondeu aos pedidos de comentários, inclusive sobre quem pagaria pelas férias prolongadas forçadas.

(Reportagem adicional de Paola Luelmo, Emma Pinedo e Joan Faus em Madri)

tagreuters.com2020binary_LYNXNPEG1Q22F-BASEIMAGE

To Top