Africa

Trump culpa disputa por mercado de petróleo e “fake news” por queda das bolsas

Trump culpa disputa por mercado de petróleo e "fake news" por queda das bolsas

WASHINGTON (Reuters) – O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, culpou uma disputa por participação no mercado de petróleo entre Arábia Saudita e Rússia e “fake news” não especificadas por uma queda vertiginosa das bolsas norte-americanas nesta segunda-feira, em meio à demanda cada vez menor por petróleo devido ao coronavírus.

Em uma série de tuítes, Trump também alegou que a queda nos preços do petróleo beneficiaria os consumidores: “Bom para o consumidor, os preços da gasolina estão caindo!”

Ao se referir a “fake news”, Trump pareceu fazer referência à cobertura jornalística do coronavírus.

A propagação do vírus em todo o mundo –e um número crescente de mortes devido à Covid-19, a doença que ele causa– abalou os mercados globais.

Trump, que vai disputar a reeleição em novembro, frequentemente aponta para a valorização das bolsas norte-americanas como um sinal da saúde da economia dos EUA.

Na segunda-feira, os principais índices de ações dos EUA sofriam fortes quedas, com o Dow Jones chegando a despencar 2.000 pontos depois que os preços do petróleo caíram 22%.

“Arábia Saudita e Rússia estão discutindo sobre o preço e o fluxo do petróleo. Isso e as fake news são a razão da queda do mercado”, escreveu Trump no Twitter.

Em um tuíte separado, ele minimizou o impacto do coronavírus, comparando o número de mortes provocadas pelo doença nos EUA com o número bem maior de mortes causadas pela influenza sazonal.

“Nada está fechado, a vida e a economia continuam”, escreveu. “Pensem nisso!”

(Por Tim Ahmann)

tagreuters.com2020binary_LYNXMPEG281D8-BASEIMAGE

To Top