INSS: Aposentados podem receber R$ 57 milhões em descontos indevidos
Benefícios

INSS: Aposentados podem receber R$ 57 milhões em descontos indevidos

INSS Previdência Social Reforma da Previdência Aposentadoria Benefícios FGTS Bolsa Família Nis CNIS Extrato Banco Governo Pis Pasep Pis-Pasep Aposentado Idoso FGTS Caixa Banco do Cálculo Demora Brasil Maternidade Auxílio-Reclusão Saques Pagamento Vencimento Retiradas Refis MeuINSS Auxílio-Doença Aposentadoria Por Invalidez Contribuição BPC-Loas Pensão por Morte Pensionista Empréstimo Consignado

INSS: Aposentados podem receber R$ 57 milhões em descontos indevidos. INSS encerrou os convênios com quatro associações de aposentados pelo desconto irregular de contribuição em benefícios previdenciários. Baixe o Aplicativo Gratuito do Portal Mix Vale

Em junho, o órgão iniciou investigação e bloqueou os descontos em 800 mil aposentadorias e pensões. A grana retida no período, R$ 57 milhões, será devolvida ao longo da próxima semana, com crédito em conta, segundo o órgão.

A Abamsp (Associação Beneficente de Auxílio Mútuo ao Servidor Público), a Centrape (Central Nacional dos Aposentados e Pensionistas), a Asbapi (Associação Brasileira de Aposentados, Pensionistas e Idosos) e Anpps (Associação Nacional de Aposentados e Pensionistas da Previdência) respondiam, segundo o INSS, a 90% das reclamações por descontos não autorizados.

Saiba o que fazer se seu pedido de beneficio for negado pelo INSS(Abre numa nova aba do navegador)

O instituto afirma que, além das irregularidades constatadas nos descontos, a decisão de rescindir os convênios ocorreu pelo aumento, em 2018 e 2019, na quantidade de reclamações apresentadas por segurados ao INSS. 

Benefícios do INSS: Como evitar a fila de espera?(Abre numa nova aba do navegador)

Foram 27.422 queixas na Ouvidoria do órgão, 10.452 processos judiciais por práticas abusivas e descontos indevidos, 5.137 reclamações no site Reclame Aqui e 61 procedimentos instaurados pelo MPF (Ministério Público Federal), a Defensoria Pública, os Procons e a Polícia Civil.

Mensalmente, diz o INSS, as APSs (Agências da Previdência Social) recebem cerca de 3.000 pedidos de exclusão de desconto indevido.

Essas cobranças eram feitas porque as associações passavam ao instituto uma listagem com os beneficiários que teriam autorizado a contribuição direto do benefício.

Reforma: Servidores de SP terá novos descontos de INSS(Abre numa nova aba do navegador)

Quando o segurado não reconhece a cobrança, o instituto bloqueia o pagamento e devolve a grana.
Quando a investigação teve início, o Agora procurou todas as instituições, que negaram irregularidades nos descontos.

Fonte: Folha Agora

To Top