Bancos dos EUA distribuem bônus a funcionários que trabalham durante pandemia
Business

Bancos dos EUA distribuem bônus a funcionários que trabalham durante pandemia

Por Noor Zainab Hussain e Imani Moise

(Reuters) – Alguns bancos norte-americanos ofereceram nesta segunda-feira bônus únicos aos funcionários para ajudar a aliviar o impacto financeiro da pandemia de coronavírus e como recompensa por trabalharem durante a crise.

Os bancos foram amplamente excluídos das paralisações impostas pelo governo em todo o país porque são considerados um setor essencial pelo governo federal, o que significa que a maioria das agências bancárias, call centers e tesourarias permaneceram abertas, enquanto muitas empresas mandaram seus funcionários para casa.

O Citigroup irá oferecer um bônus de compensação a mais de 75 mil funcionários em todo o mundo, disse o presidente-executivo, Michael Corbat, em um memorando obtido pela Reuters.

Separadamente, o US Bank informou que dará a alguns funcionários um aumento temporário de 20% no salário por hora durante esses “tempos sem precedentes”. O aumento abrange mais de 30 mil funcionários.

O JPMorgan, o maior banco dos EUA em ativos, disse em um memorando na sexta-feira que dará aos funcionários que trabalham em agências e call centers durante a pandemia um bônus único de 1.000 dólares.

O Bank of America também pagará um adicional de 200 dólares por período de pagamento aos funcionários da linha de frente em filiais, call centers e centros de operações, com um aumento no pagamento de horas extras, de acordo com um memorando visto pela Reuters na sexta-feira.

tagreuters.com2020binary_LYNXMPEG2M1VM-BASEIMAGE

To Top