Litoral: Dersa limita o número de passageiros e ciclistas em travessias
São Paulo

Litoral: Dersa limita o número de passageiros e ciclistas em travessias

Divulgação/Dersa

A Dersa – Desenvolvimento Rodoviário S/A adotou uma medida emergencial para ajudar no combate à COVID-19, doença causada pelo novo coronavírus. A partir de agora, o número de pedestres e ciclistas transportado nos catamarãs será reduzido.

No litoral norte, por exemplo, a travessia de São Sebastião/Ilhabela é atendida pelas lanchas LS 02, com capacidade para transportar 370 pessoas e que levará apenas 50 pessoas. Já a LS 05, que pode conduzir 450 passageiros, passa a levar 70 pessoas. Em caso de necessidade, os pedestres também poderão contar com as balsas de veículos.

Já na travessia Santos/Vicente de Carvalho, a estratégia prevê o uso de quatro lanchas no horário de pico. Com a capacidade máxima garantida, é possível aumentar a frequência de viagem e diminuir o número de pessoas nas embarcações.

Horário de pico

Fora do horário de pico, serão disponibilizadas três embarcações. A lancha Paicará, com capacidade de 728 pessoas, passa a levar 220 passageiros. A Itapema, que tem espaço para 185 cidadãos, passará a permitir 80 pessoas a bordo. Já as embarcações LS 03 e LS 04 (ambas com capacidade para 370 pessoas) também terão o embarque limitado para 160 usuários cada.

Em Santos e Guarujá, a travessia de ciclistas nas balsas será limitada a 150 usuários por viagem. As travessias contarão com o apoio da Polícia Militar. Além disso, a Dersa reforçou a limpeza e a higienização das lanchas, que estão sendo feitas a cada viagem. Também foi disponibilizado material visual contendo informações sobre as medidas de prevenção.

O post Litoral: Dersa limita o número de passageiros e ciclistas em travessias apareceu primeiro em Governo do Estado de São Paulo.

To Top