Vietnã interrompe exportação de arroz para revisar estoques
Africa

Vietnã interrompe exportação de arroz para revisar estoques

Por Khanh Vu

HANÓI (Reuters) – O Vietnã não assinará novos contratos de exportação de arroz pelo menos até 28 de março, à medida que o país confere se possui oferta doméstica suficiente para lidar com a pandemia de coronavírus, disse nesta quarta-feira o governo vietnamita.

Os embarques do produto pelo país avançaram 4,2% no ano passado, a 6,37 milhões de toneladas, fazendo do Vietnã o terceiro maior exportador de arroz do mundo, atrás apenas de Índia e Tailândia. Entre os principais compradores do arroz vietnamita estão Filipinas, China e países da África.

O primeiro-ministro Nguyen Xuan Phuc pediu que os ministérios de Comércio, Finanças e Agricultura revisem os estoques de arroz do país e enviem um relatório de oferta e exportação até domingo, segundo o comunicado.

“Enquanto aguardamos o relatório do grupo de trabalho, a assinatura de todos os novos contratos de exportação de arroz será suspensa, e trataremos dos contratos já assinados depois que o relatório estiver disponível”, afirmou o governo.

Em um comunicado à parte divulgado também nesta quarta-feira, o Ministério da Indústria e Comércio vietnamita informou que as exportações de arroz do país nos dois primeiros meses de 2020 avançaram 31,7% em relação a igual período do ano anterior, a 928.798 toneladas.

(Reportagem de Khanh Vu, com reportagem adicional de Michael Hogan em Hamburgo)

tagreuters.com2020binary_LYNXMPEG2O294-BASEIMAGE

To Top