Justiça Federal restringe desembarque de tripulantes de navio no Porto de Santos
Últimas Notícias

Justiça Federal restringe desembarque de tripulantes de navio no Porto de Santos

portalmixvaleultimasnoticias1200 (1)

SANTOS, SP (FOLHAPRESS) – A Justiça Federal decidiu, em caráter liminar, neste domingo (29) que a Autoridade Portuária de Santos impeça o desembarque de tripulantes do transatlântico Costa Fascinosa, que atracou neste sábado (28) no porto santista.
A pedido da Procuradoria Geral do município, o juiz Alexandre Berzosa Saliba decidiu que só será permitido o desembarque de tripulantes que necessitarem de assistência médica.
Antes de permitir o desembarque de tripulação, a Autoridade Portuária deverá comunicar previamente a Anvisa, além de oficiar as secretarias estadual e municipal de Saúde para que adotem as medidas previstas adoção das providências previstas no plano estadual de enfrentamento a pandemia.
Segundo a decisão do juiz, esses tripulantes deverão ser encaminhados a capital paulista.
Somente casos de emergência poderão ser atendidos nas unidades hospitalares de Santos.
Segundo o magistrado, essa medida é necessária para evitar um colapso no sistema de saúde da Baixada Santista.
O desembarque de tripulantes que comprovarem, com documentos, que estão em conexão de retorno ao seu país de origem também será permitido.
A Secretaria Municipal da Saúde foi informada pela Anvisa, no sábado, que sete ocupantes do navio Costa Fascinosa têm suspeitas de contaminação pela Covid-19.

To Top