Márcia Sensitiva diz ser o momento de ir atrás dos sonhos e ser criativo em meio à pandemia
Últimas Notícias

Márcia Sensitiva diz ser o momento de ir atrás dos sonhos e ser criativo em meio à pandemia

portalmixvaleultimasnoticias1200 1

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – “Ninguém previu esse desespero. Nenhum vidente, nenhum astrólogo”, diz Márcia Fernandes, mais conhecida como Márcia Sensitiva, sobre a pandemia do novo coronavírus. Em entrevista, a astróloga afirma que o cenário de crise se dá porque o lado sombrio do ser humano tem prevalecido sobre o lado iluminado, e que o vírus nada mais é do que uma projeção dessa metade sombria sobre o mundo.
“Ninguém olha na cara de ninguém, nem para o próprio lado, para a sua família. O coronavírus chega, e tem obrigado as pessoas a cuidarem umas das outras e terem uma coletividade amorosa. Chega de ser individualista, ninguém aguenta mais viver só pelo dinheiro”, diz a astróloga.
Para a Sensitiva, abril e maio serão meses terríveis, que demandarão muitos cuidados para não se render ao medo. “A economia vai capengar até setembro, e vai restar muito sofrimento.” Ainda assim, no máximo 20% da população deve realmente aprender com os últimos meses e rever seus hábitos após o fim da pandemia. E por isso, diz Márcia Sensitiva, mais momentos como este virão.
A astrólogo destaca ainda que o ano de 2020 no Tarô é regido pelo arcano de número 4, chamado de O Imperador, o mesmo que estava na Terra quando surgiu a Peste Negra, pandemia que matou dezenas de milhões de pessoas entre os anos 1343 e 1353, e que teria surgido na província de Hubei -cuja capital, Wuhan, foi a que teve os primeiros casos de coronavírus.
“Mas na Peste Negra estávamos em áries, o que é muito forte e mal. Agora estamos em capricórnio e com Urano, o que já é melhor. Urano é dono da comunicação e tecnologia, e a troca de informações é justamente o que está nos tornando eficazes no combate a esse vírus”, explica.
Márcia Sensitiva diz que todos vamos depender da estrutura governamental para sair dessa. “Já havia dito em dezembro que teríamos problemas seríssimos com governos neste ano, com trincas e brigas. Saíremos dessa crise que o coronavírus tem criado -uma verdadeira crise de identidade moral- só a partir de setembro.”
O momento, porém, não é de todo ruim. Márcia Sensitiva diz acreditar que o período é propício para investir na criatividade e fazer negócios próprios e haver expansão das empresas, ao descobrirem novas formas de promovê-los e de se relacionar com os clientes.
“Vamos imaginar, neste momento, que nunca mais vamos poder sair de nossas casas. O que você faria para ganhar dinheiro?”, questiona a astróloga. “É hora dos nossos talentos saírem, em vez das nossas desgraças humanas. Pare de chorar, para de reclamar.”
Além dos negócios, ela afirma que é um bom período para testar atividades que as pessoas sempre quiseram fazer, como tocar um novo instrumento musical ou estudar física quântica -ela mesma já arriscou cortar os cabelos sozinha. É hora de seguir os sonhos, diz ela, e também de estreitar os laços com a família e pessoas com quem há tempos você não conversa, e promover troca de emoções.
“Não tem mais desculpa de que não há tempo livre. É um momento de troca, de ajuda e de amor. Essa crise veio para que aprendamos a ser fraternos, se amar sem esperar nada em troca”, diz. Outras dicas rápidas da astróloga são ler o Salmo 30 diariamente, usar uma pedra de quartzo rosa ou verde entre os seios por ao menos meia hora por dia, e “tentar não entrar em pânico”.
“Vamos encarar que isso é um vírus. Somos cocriadores do Universo, podemos acabar com esse vírus. Tente pensar nos lados positivos, comece a pensar no que fazer para progredir o seu negócio, crie alternativas para o dia a dia”, afirma. Mas o mais importante, segundo ela, é que as pessoas cuidem de suas mentes: “Se a mente entrar em combustão por medo, de fome ou de desemprego, tudo vai piorar”.

To Top