Instituto Remo Meu Rumo promove integração social por meio do esporte
São Paulo

Instituto Remo Meu Rumo promove integração social por meio do esporte

Gilberto Marques

O Instituto Remo Meu Rumo, projeto social esportivo de inclusão de crianças e adolescentes com deficiência física, estimula a reabilitação física e emocional por meio da prática do remo e canoagem. A iniciativa foi idealizada por Patricia Moreno Grangeiro, médica assistente do Instituto de Ortopedia e Traumatologia (IOT) do Hospital das Clínicas (HC) da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP) e presidente de honra e coordenadora acadêmica da entidade, fundada em 2013.

“É a concretização de um sonho ver as crianças que eu atendo praticarem atividade física, fazer uma fisioterapia fora do hospital, porque a pessoa com deficiência tem uma agenda muito pesada, e a família ou cuidador que está junto também se beneficia de um esporte ao ar livre”, relata a médica.

O Remo meu Rumo atende atualmente mais de 150 crianças por semana. Os pacientes são encaminhados pelo IOT do HCFMUSP e pela Associação de Assistência à Criança Deficiente (AACD). A prática acontece na Raia Olímpica, na Cidade Universitária, em parceria com o Centro de Práticas Esportivas da USP (CEPEUSP).

Uma equipe multidisciplinar de saúde atua no instituto, como professores de educação física, fisioterapeutas, psicólogos e assistentes sociais. “A ideia principal é fazer a transição do hospital para a Raia Olímpica da USP, usando o esporte como uma ferramenta de reabilitação, abrindo oportunidades para que esses jovens conheçam as práticas e ganhem força, equilíbrio, condicionamento, autoestima, habilidades sociais e sejam melhores cidadãos”, explica Patricia Moreno Grangeiro.

O post Instituto Remo Meu Rumo promove integração social por meio do esporte apareceu primeiro em Governo do Estado de São Paulo.

To Top