Smithfield hiberna unidade de carne suína nos EUA após 80 casos de coronavírus
Agro

Smithfield hiberna unidade de carne suína nos EUA após 80 casos de coronavírus

portalmixvaleultimasnoticias1200 (1)

Por Tom Polansek

CHICAGO (Reuters) – A Smithfield Foods, maior processadora de carne suína do mundo, está fechando temporariamente uma planta em Sioux Falls, na Dakota do Sul, disse a empresa nesta quinta-feira, depois de mais de 80 trabalhadores no local testarem positivo para o coronavírus.

O fechamento é a mais nova disrupção à cadeia de oferta de alimentos dos EUA causada pela pandemia, e ocorre depois de a demanda por carnes em supermercados ter aumentado no país, com consumidores se isolando em casa em busca de proteção contra o vírus.

“A situação da Smithfield é difícil”, disse a governadora da Dakota do Sul, Kristi Noem, em videoconferência com a imprensa.

“Uma pandemia como essa pode ficar muito pior se não conseguirmos alimentar as pessoas, eu agradeço o compromisso deles em fazer as coisas certas.”

A Smithfield vai suspender operações em uma área de larga escala da unidade em 11 de abril, completando o fechamento entre 12 e 13 de abril, segundo o comunicado.

A empresa disse que “equipes essenciais” vão limpar o local durante o período e instalar barreiras físicas para ajudar a separar os funcionários –estes serão pagos de acordo com o acordado previamente durante o “shutdown”, informou a companhia.

A planta tem um total de 3.700 funcionários e fornece quase 130 milhões de porções de alimentos por semana, disse a Smithfield, que pertence ao grupo chinês WH.

(Reportagem de Tom Polansek)

tagreuters.com2020binary_LYNXNPEG382HY-BASEIMAGE

To Top