Economia

Produção industrial da zona do euro sofre em março maior perda mensal já registrada

Produção industrial da zona do euro sofre em março maior perda mensal já registrada

BRUXELAS (Reuters) – A produção industrial da zona do euro sofreu em março a mais forte queda mensal já registrada uma vez que as medidas de contenção do coronavírus afetaram severamente a atividade na área, mostraram dados nesta quarta-feira.

A agência de estatísticas da União Europeia, Eurostat, informou que a produção industrial nos 19 países que usam o euro caiu 11,3% em março sobre o mês anterior, declínio mais acentuado desde que os registros começaram em 1991, chegando a uma perda anual de 12,9%.

Economistas consultados pela Reuters esperavam queda mensal de 12,1% e recuo anual de 12,4%.

A Eurostat informou que a produção de bens duráveis como carros, máquinas de lavar ou aparelhos de televisão registrou a maior perda, despencando 26,3% no mês e 24,2% sobre o ano anterior.

A produção de bens de capital, uma medida de investimentos, recuou 15,9% na base mensal e 21,5% na base anual.

Os bens de consumo não-duráveis, como alimentos, tiveram queda de apenas 1,6% em março sobre o mês anterior e de 0,8% ante o ano anterior.

(Reportagem de Jan Strupczewski)

tagreuters.com2020binary_LYNXMPEG4C0TP-BASEIMAGE

To Top