Pedido de auxílio emergencial: Como acompanhar?
Benefícios

Pedido de auxílio emergencial: Como acompanhar?

INSS Previdência Pente-Fino Revisão Antencipação Salário Social Reforma da Previdência Aposentadoria Benefícios FGTS Bolsa Família Nis CNIS Extrato Banco Governo Pis Pasep Pis-Pasep Aposentado Idoso FGTS Caixa Banco do Cálculo Demora Brasil Maternidade Auxílio-Reclusão Saques Pagamento Vencimento Retiradas Refis MeuINSS Auxílio-Doença Aposentadoria Por Invalidez Contribuição BPC-Loas Pensão por Morte Pensionista Empréstimo MEi Consignado

Pedido de auxílio emergencial: Como acompanhar? Milhões de trabalhadores vão receber a primeira parcela do auxílio emergencial ainda nesta semana.

Para saber se é o seu caso, o candidato pode acessar o novo site do governo federal, dedicado à consulta da situação de cadastro, etapa por etapa.
Para acessar o site https://consultaauxilio.dataprev.gov.br o trabalhador precisa informar seu CPF, nome completo, nome de sua mãe e data de nascimento.

Quem fez o recadastramento vai ser direcionado para a situação do novo pedido. Segundo o Ministério da Cidadania, nesta semana será concluída a análise de 17 milhões de pedidos, incluindo os de reanálises.

Saque aniversário do FGTS com novo calendário(Abre numa nova aba do navegador)

Quem fez o pedido entre os dias 23 e 30 de abril e tiver direito ao auxílio emergencial vai ter o valor depositado na conta até o final desta semana.
O pagamento não depende do calendário da segunda parcela. O trabalhador beneficiado vai receber a primeira parcela em até três dias depois de a Dataprev informar para a Caixa que o pedido foi aprovado.

Caso o site informe que o pagamento foi liberado, mas o dinheiro não esteja na conta, o trabalhador deverá conferir se forneceu corretamente os dados bancários durante o preenchimento do cadastro.

Saque mais rápido na 2ª parcela do auxílio emergencial(Abre numa nova aba do navegador)

Se alguma informação estiver errada, a grana vai parar em uma conta-poupança digital aberta, automaticamente, pela Caixa, que deverá ser movimentada pelo aplicativo Caixa Tem.

De acordo com a Caixa, mais de 500 mil beneficiários receberam pela conta digital porque erraram os dados bancários.

Beneficiários do Bolsa Família ficam sem Auxílio Emergencial?(Abre numa nova aba do navegador)

To Top