Quem ainda tem a 1ª parcela do Auxílio emergencial
Auxílio Emergencial

Quem ainda tem a 1ª parcela do Auxílio emergencial

agência da caixa auxílio emergencial

Quem ainda tem a 1ª parcela do Auxílio emergencial. Cerca de 2 milhões de cidadãos com direito ao auxílio emergencial ainda não sacaram os valores, segundo balanço divulgado na terça-feira (19) pelo presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães. Baixe o Aplicativo Gratuito do Portal Mix Vale

Do total de 50 milhões de brasileiros que atendem às regras para ter o auxílio de R$ 600, 96% já receberam seus recursos, o que representa 48 milhões, segundo Guimarães, e 4% ainda não movimentaram a grana da primeira parcela, o que dá 2 milhões.

10 ajudas no Auxílio Emergencial de R$ 600(Abre numa nova aba do navegador)

Esses cidadãos têm prazo de até 90 dias para fazer a retirada dos valores, conforme regulamentação da lei 13.982, que instituiu o benefício. Caso não saquem o montante, a grana volta para o Tesouro Nacional. Segundo o Ministério da Cidadania, a medida cumpre o decreto 10.316/2020.

“O decreto n.º 10.316/2020, que disciplina o pagamento do auxílio emergencial, determina no artigo 10 que o período de validade da parcela do auxílio emergencial será de 90 dias, contado a partir da disponibilidade da parcela do auxílio, segundo o calendário de pagamentos”, diz nota do ministério.

Fila espera INSS para concessão Benefícios é mais de 1 milhão Segurados(Abre numa nova aba do navegador)

O auxílio de R$ 600 é pago a trabalhadores informais, contribuintes individuais do INSS, MEIs (microempreendedores individuais), beneficiários do Bolsa Família e inscritos no CadÚnico que atendem às regras.

Nesta semana, a Caixa deu início ao pagamento da segunda parcela para beneficiários do Bolsa Família com direito ao auxílio e também está liberando a primeira parcela para trabalhadores que se inscreveram no final de abril ou passaram por reanálise na Dataprev (empresa de tecnologia do governo federal).

O prazo-limite para fazer a solicitação do auxílio é 3 de julho. Antes, o governo havia indicado 2 de julho, mas houve alteração. A lei que determinou o pagamento foi publicada em 2 de abril, à noite. A ideia é dar mais um dia útil para que os cidadãos façam o pedido.

Saiba como ter o Saque de R$ 88 a R$ 1.045 no PIS-PASEP(Abre numa nova aba do navegador)

To Top