Nascidos em maio ou junho podem sacar o FGTS
Benefícios

Nascidos em maio ou junho podem sacar o FGTS

INSS Previdência Pente-Fino Revisão Antencipação Salário Social Reforma da Previdência Aposentadoria Benefícios FGTS Bolsa Família Nis CNIS Extrato Banco Governo Pis Pasep Pis-Pasep Aposentado Idoso FGTS Caixa Banco do Cálculo Demora Brasil Maternidade Auxílio-Reclusão Saques Pagamento Vencimento Retiradas Refis MeuINSS Auxílio-Doença Aposentadoria Por Invalidez Contribuição BPC-Loas Pensão por Morte Pensionista Empréstimo MEi Consignado

Nascidos em maio ou junho podem sacar o FGTS. Os trabalhadores nascidos em maio ou junho que aderiram ao saque-aniversário do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) já podem pegar o dinheiro.

O valor poderá ser retirado até 31 de agosto para nascidos em maio ou junho.

Dúvidas sobre Auxílio Doença no INSS(Abre numa nova aba do navegador)

Para receber ainda em 2020 é necessário optar pelo saque-aniversário até o último dia do mês em que nasceu (exceto nascidos em novembro e dezembro, que recebem no início de 2021).

O valor que pode ser sacado depende de quanto dinheiro a pessoa tem no fundo. O valor varia de 50% do saldo, para contas com até R$ 500, a 5% do saldo e adicional de R$ 2.900 para contas com mais de R$ 20 mil.

Ao escolher o saque-aniversário, o trabalhador não pode retirar todo o valor do fundo caso seja demitido sem justa causa, apenas o valor da multa de 40%. As demais possibilidades de liberação não são afetadas pelo saque-aniversário.

Auxílio emergencial de R$ 600 em análise para 11 milhões(Abre numa nova aba do navegador)

Quem perder o prazo neste ano pode optar a qualquer momento, mas só vai ter direito ao saque-aniversário a partir de 2021. (UOL)

Saiba como garantir os R$ 1.045 antecipados do auxílio-doença

Saiba como garantir os R$ 1.045 antecipados do auxílio-doença. A pandemia do novo coronavírus fechou temporariamente as agências do INSS, suspendendo as perícias médicas presenciais.

Para não deixar os segurados sem assistência, uma portaria estabeleceu regras para concessão do auxílio-doença pela internet.

O segurado que precisa do benefício faz o pedido pelo Meu INSS, no site gov.br/meuinss ou no aplicativo do mesmo nome, e encaminha seu atestado médico.

Auxiliar idoso tenta receber do INSS seu auxílio há meses(Abre numa nova aba do navegador)

Os novos procedimentos têm levado a muitos questionamentos de segurados nas redes sociais. Dentre as dez dúvidas que a Previdência destacou, as principais se referem ao valor pago durante a pandemia e o envio dos documentos por meio do Meu INSS.

Enquanto houver a suspensão do atendimento presencial nas agências, quem pedir o auxílio-doença e enviar o laudo médico receberá o benefício por incapacidade antecipado, no valor de um salário mínimo mensal (neste ano, R$ 1.045).

O segurado que tinha perícia agendada que foi cancelada por causa da quarentena pode fazer uma nova solicitação, pelo Meu INSS, para receber a antecipação.

Se tiver direito a um valor maior, quando as agências voltarem a funcionar, o INSS fará a correção.

INSS pagará mais de R$ 1 bilhão em atrasados aos Segurados(Abre numa nova aba do navegador)

Os R$ 1.045 serão pagos durante três meses, incluindo as possíveis prorrogações, segundo a Previdência.

O pagamento só será feito após análise do pedido por um médico perito, que vai avaliar o atestado enviado pelo Meu INSS.

O documento pode ser fotografado ou digitalizado para ser anexado no sistema e deve conter a assinatura do médico, a doença e o tempo de afastamento.

Auxílio Emergencial: Governo não pretende incluir novas categorias(Abre numa nova aba do navegador)

É possível o segurado acompanhar o requerimento pelo Meu INSS ou pela central telefônica 135, que funciona de segunda a sábado, de 7h às 22h.

To Top