Como fazer a revisão do benefício do INSS de casa
Auxílio Emergencial

Como fazer a revisão do benefício do INSS de casa

INSS Previdência Pente-Fino Revisão Antencipação Salário Social Reforma da Previdência Aposentadoria Benefícios FGTS Bolsa Família Nis CNIS Extrato Banco Governo Pis Pasep Pis-Pasep Aposentado Idoso FGTS Caixa Banco do Cálculo Demora Brasil Maternidade Auxílio-Reclusão Saques Pagamento Vencimento Retiradas Refis MeuINSS Auxílio-Doença Aposentadoria Por Invalidez Contribuição BPC-Loas Pensão por Morte Pensionista Empréstimo MEi Consignado

Como fazer a revisão do benefício do INSS de casa. O fechamento das agências da Previdência devido à quarentena de combate ao novo coronavírus não interrompeu a prestação de serviços do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), que continua a ser realizada pela internet ou por telefone.

Além de serviços para quem ainda não é beneficiário, como a solicitação de aposentadorias e pensões, o atendimento à distância também permite pedir e acompanhar o andamento revisões de renda para segurados que já estão na folha de pagamentos do órgão do governo federal.

O acompanhamento por meio do Meu INSS, que é o portal de serviços do instituto na internet, vale para os três níveis de análise que um pedido de revisão pode ser submetido na via administrativa: a análise no INSS, o recurso às juntas do Conselho da Previdência e, finalmente, o recurso especial às câmaras do Conselho.

Confira como o INSS aplica o Fator Previdenciário(Abre numa nova aba do navegador)

Após essas etapas, caso a resposta seja insatisfatória, o beneficiário precisará procurar a Justiça para persistir com a reclamação.

Advogados youtubers apostam em temas como dívidas e INSS

Com mais de meio milhão de seguidores, a advogada Liliana Delfino tem o INSS como um dos focos de seu canal. Reprodução/YoutubeLeia Mais

A revisão administrativa é um direito de todos os beneficiários do INSS, desde que o pedido seja apresentado em até dez anos após o início do pagamento do benefício.

O sucesso da revisão passa, necessariamente, por uma boa fundamentação dos motivos que levaram o segurado a solicitar a reanálise do cálculo. Isso, na maioria dos casos, exige a inclusão de documentos que comprovem a falha do órgão ao realizar o cálculo inicial da renda.

Por exemplo, o segurado, ao constatar que um período de contribuição não foi incluído no cálculo do seu benefício, pode comprovar o direito a essa contagem por meio da anotação realizada pelo empregador na sua carteira profissional.

Como ficou a taxação do INSS nas parcelas do Seguro Desemprego?(Abre numa nova aba do navegador)

Durante a pandemia ou enquanto as agências da Previdência permanecerem fechadas, porém, os documentos precisam ser digitalizados (passados para o computador por meio de fotografia digital ou escaneamento) e enviados por meio do Meu INSS.

Inicialmente, quando lançou o Meu INSS, o órgão do governo federal exigia o registro de senha para todos os serviços. Isso mudou e o processo ficou mais simples.

A revisão, por exemplo, pode ser requisitada informado apenas o nome completo, o número do CPF e a data de nascimento.

Quem preferir, pode telefonar para o 135. Veja as instruções abaixo:

ANÁLISE DO CÁLCULO DA RENDA | COMO PEDIR

  • Os postos do INSS estão fechados durante a quarentena de combate ao coronavírus
  • Mas o direito de revisar o valor do benefício continua valendo para todos os segurados
  • A diferença é que as solicitações devem, obrigatoriamente, ser por telefone ou internet

Revisão

  • A revisão do cálculo inicial da renda é um direito de todos os aposentados, pensionistas e demais beneficiários da Previdência
  • Para ser aceito, porém, o pedido de revisão precisa ser feito em até dez anos após o início do pagamento do benefício


USE A INTERNET

  • O portal de serviços do INSS na internet é chamado de Meu INSS
  • Ele permite que o segurado tenha grande controle sobre seus pedidos
  • No Meu INSS é possível pedir e acompanhar as revisões de benefícios

Segurado pode solicitar quantas prorrogações do Auxílio Doença INSS?(Abre numa nova aba do navegador)

Acesso

  • O Meu INSS está disponível no sites gov.br/meuinss ou meu.inss.gov.br
  • Também dá para baixar o aplicativo Meu INSS para Android e IOS

Serviços sem senha

  • Diversos serviços do Meu INSS podem ser solicitados sem cadastrar uma senha, e a revisão é um deles
  • Para usar os serviços sem senha, após acessar a página do Meu INSS, procure por “SERVIÇOS SEM SENHA”
  • Para fazer uma solicitação ou acompanhar um pedido já feito, escolha a opção “Agendamentos/Solicitações”
  • Na sequência, informa os seguintes dados: nome, número do CPF, data de nascimento, marque em “Não não sou um robô” e clique em “CONTINUAR SEM LOGIN”
  • Se já fez um requerimento, você verá a descrição do seu pedido e ao clicar sobre ele poderá acompanhar qual é a situação
  • Caso queira pedir uma revisão ou recorrer de uma revisão INSS, clique em “NOVO REQUERIMENTO”

Role a tela até encontrar a opção “Recurso e Revisão” e, ao clicar sobre o botão, escolha a opção que atenda à sua necessidade:

1) Revisão

  • Essa opção é para o primeiro pedido de revisão do benefício
  • Ao protocolar o pedido de revisão todo o benefício será revisto

2) Revisão Administrativa de Benefício por Incapacidade

  • Nesse caso, o pedido de revisão é exclusivo para benefícios por incapacidade, como o auxílio-doença e a aposentadoria por invalidez

3) Recurso Ordinário (1ª instância)

  • O serviço que permite solicitar ao CRPS (Conselho de Recursos da Previdência Social) uma nova análise do pedido de revisão, caso não concorde com a decisão do INSS
  • O prazo para apresentar recurso é de 30 dias após tomar conhecimento do resultado da primeira revisão

4) Recurso Especial (2ª instância)

  • Caso também não concorde com a decisão do CRPS , ainda é possível recorrer às Câmaras de Julgamento do CRPS
  • O prazo para a interposição desse novo recurso também é de 30 dias da ciência da decisão

Fundamentos e documentos

  • Nos pedidos de revisão e recursos, é preciso expor os fundamentos que, na sua avaliação, justificam a reanálise, podendo juntar documentos que julgar conveniente

Digitalização de documentos

  • Caso queira enviar documentos no ato da solicitação, é recomendado o seguinte padrão: formato PDF, colorido 24 bits e qualidade 150 DPI em um arquivo único
  • O tamanho de cada arquivo não pode exceder 5 MB e a soma dos tamanhos dos arquivos anexados não pode exceder 50MB
  • Caso solicitado pelo INSS, será necessário apresentar os originais dos documentos

Atenção

  • Quando solicitada a revisão, todo o cálculo será refeito. A renda poderá ser aumentada se o direito for constatado
  • Por outro lado, é possível que a revisão não mude nada e, ainda pior, resulte em diminuição ou até mesmo perda do direito

CADASTRE UMA SENHA

  • Apesar de não ser obrigatória para diversos serviços, cadastrar a senha do Meu INSS é uma boa opção para se manter informado sobre o pedido
  • Ao fazer o cadastro no Meu INSS, o segurado poderá ser informado do resultado de pedidos de benefícios pelo celular ou por email
  • Além disso, terá acesso a mais serviços, como a consulta ao extrato de contribuições previdenciárias no Cnis
  • O campo para cadastrar a senha está na tela inicial do Meu INSS
  • O cadastro exige dados pessoais e que o segurado responda algumas perguntas sobre seus vínculos de emprego e benefícios recebidos

PREFERE O TELEFONE?
Os serviços do INSS podem ser solicitados pelo telefone 135. Assim, é possível contar com a ajuda de um atendente do órgão.


Antes de ligar para a Central 135, anote alguns cuidados:

  • Tenha documentos em mãos, como CPF, carteiras profissionais e documentos que têm relação com o benefício
  • Anote o protocolo do atendimento, pois será mais fácil acompanhar o seu pedido em novas ligações

Atenção ao custo

  • Se usar o telefone celular, o custo da chamada para o 135 é o de ligação local
  • Às vezes, a espera pelo atendimento demora e isso consome créditos ou aumenta a conta
  • Se possível, utiliza um telefone fixo ou público, pois, nesses casos, a ligação não tem custo

Confira como o INSS aplica o Fator Previdenciário(Abre numa nova aba do navegador)

Horário
A Central de Atendimento 135 funciona de segunda a sábado, das 7h às 22h

Fonte: INSS (Instituto Nacional do Seguro Social)

To Top