Interior de SP tem festas em meio à quarentena e isolamento cai
Últimas Notícias

Interior de SP tem festas em meio à quarentena e isolamento cai

portalmixvaleultimasnoticias1200 (1)

RIBEIRÃO PRETO, SP (FOLHAPRESS) – Em duas cidades, bailes funk agitaram a madrugada. Em outra, o final de semana foi marcado por ao menos 8 festas e 16 jogos de futebol. Numa quarta localidade, jovens festejaram numa chácara.
Essas poderiam ser situações normais no dia a dia dos municípios, não fosse o fato de terem ocorrido em meio à pandemia do novo coronavírus e em locais com alta concentração de casos da Covid-19.
Em comum, o isolamento social em algumas dessas cidades começou a cair a partir do dia 27, quando o governo de São Paulo anunciou a reabertura gradual de atividades econômicas no estado.
Em Sorocaba, que atingiu nesta terça-feira (2) 1.083 casos e 50 mortes provocadas pela doença, houve baile funk na madrugada de sábado (30) no bairro Paineiras, que reuniu dezenas pessoas nas ruas.
Em Ribeirão Preto, o final de semana foi ainda mais crítico. Só entre sábado e domingo, a Guarda Civil Municipal recebeu oito denúncias de festas com aglomeração em residências da cidade. Nos mesmos dias, foram registradas 16 denúncias de jogos de futebol em campos e praças.
Na segunda (1), data que marcou reabertura do comércio, as ruas do centro da cidade estavam lotadas. Cenário semelhante ao visto nos dias seguintes.
“É normal no primeiro momento de uma reabertura gradual e faseada que haja uma certa vontade e desejo das pessoas de frequentarem e na aquisição de algum bem, produto ou serviço que durante a quarentena não pôde fazer”, afirmou Doria. Segundo o tucano, porém, isso se dá dentro dos protocolos estabelecidos.
O prefeito de Ribeirão Preto, Duarte Nogueira (PSDB), afirmou que, se o fluxo de pessoas persistir, será preciso regredir nas medidas de reabertura.
Em Barretos e em Bauru houve piora nos índices e as regiões podem regredir na reabertura da quarentena. Ambas foram incluídas na fase amarela, que permite a reabertura de comércios e escritórios.
Festas têm sido comuns em Barretos, principalmente no final de semana. No dia em que foi anunciado o início do desconfinamento, houve uma festa com jovens num rancho entre a cidade e Olímpia, na rodovia Assis Chateaubriand. Há caso de churrascos reunindo dezenas de pessoas principalmente nos bairros periféricos do município.
Em Dracena, na região de Presidente Prudente, a prefeitura embargou uma festa clandestina que estava prevista para sábado (6), com divulgação por redes sociais.
“Estão proibidos eventos que promovam aglomeração, e é de extrema importância a colaboração da população para que não participe desses eventos e que denuncie para as autoridades […] Não podemos correr o risco de perder o que conquistamos nos últimos dias, que foi único e exclusivamente o direito de flexibilidade econômica”, diz a prefeitura. A reportagem não localizou o organizador.
Ao anunciar a reabertura gradual, o estado permitiu que nas regiões de Presidente Prudente, Barretos, Bauru e Central (Araraquara/São Carlos) fossem abertas atividades imobiliárias, concessionárias e escritórios. Também tiveram permissão para abrir, com restrições, bares, restaurantes, comércio de rua, shoppings e salões de beleza.
Nelas, que estão na zona amarela (fase 3) há localidades em que os índices de isolamento social caíram em algum momento a partir do dia do anúncio do governo.
Araraquara recuou de 41% (dia 27) para 40% de isolamento na terça, enquanto Bauru passou de 43% para 42%. Nos finais de semana, o recuo em Presidente Prudente chegou a ser de quatro pontos (de 50%, dia 24, para 46%, dia 31).
O isolamento também caiu em Ribeirão Preto, Sorocaba e Campinas, que estão na zona laranja (fase 2). No caso das duas primeiras, o recuo ocorreu no último domingo, enquanto em Campinas o índice caiu dois pontos percentuais entre o dia 27 e a última terça (2).

To Top