Drogba sofre duro revés na disputa pelo comando da federação marfinense
Africa

Drogba sofre duro revés na disputa pelo comando da federação marfinense

tagreuters com2020binary LYNXNPEG6D181 BASEIMAGE

ABIDJAN (Reuters) – As esperanças de Didier Drogba de se tornar o próximo presidente da federação de futebol da Costa do Marfim sofreram um duro revés depois que seus colegas jogadores decidiram não apoiar a candidatura do ex-atacante.

Drogba, de 42 anos, é um dos três candidatos na eleição para presidente da federação de Costa do Marfim em setembro, mas ainda não obteve o aval de nenhum dos cinco grupos de interesse especiais necessário para a votação.

Ele esperava ser apoiado pelo sindicato dos jogadores de futebol, liderado pelo ex-companheiro de equipe Cyrille Domoraud, mas eles estão apoiando Idriss Diallo, um dos outros dois candidatos.

“A maioria de nossos membros decidiu conceder apoio à lista liderada por Idriss Diallo”, disse um comunicado da Associação de Jogadores de Futebol da Costa do Marfim, acrescentando que permaneceram leais a um grupo formado há três anos para disputar as eleições, antes de Drogba ter declarado sua candidatura.

Diallo já havia recebido o apoio da associação local de treinadores.

Drogba também não conseguiu endosso dos árbitros e da associação de ex-profissionais, que apoiam o rival Sory Diabaté.

O ex-atacante do Chelsea, que disputou três Copas do Mundo com a seleção de Costa do Marfim, precisa agora receber o apoio da associação de médicos do futebol para poder participar das eleições em 5 de setembro. A decisão deles é esperada para as próximas semanas.

(Por Mark Gleeson, na Cidade do Cabo)

tagreuters.com2020binary_LYNXNPEG6D181-BASEIMAGE

To Top