Relatos de sumiço do Auxílio emergencial da conta: E agora?
Auxílio Emergencial

Relatos de sumiço do Auxílio emergencial da conta: E agora?

INSS Previdência Pente-Fino Revisão Antencipação Salário Social Reforma da Previdência Aposentadoria Benefícios FGTS Bolsa Família Nis CNIS Extrato Banco Governo Pis Pasep Pis-Pasep Aposentado Idoso FGTS Caixa Banco do Cálculo Demora Brasil Maternidade Auxílio-Reclusão Saques Pagamento Vencimento Retiradas Refis MeuINSS Auxílio-Doença Aposentadoria Por Invalidez Contribuição BPC-Loas Pensão por Morte Pensionista Empréstimo MEi Consignado auxílio emergencial

Relatos de sumiço do Auxílio emergencial da conta: E agora? Alguns beneficiários do auxílio emergencial alegarem que o dinheiro da segunda parcela teria sumido da poupança digital da Caixa, o banco explicou através de uma transmissão ao vivo nas redes sociais o que teria acontecido. De acordo com presidente da instituição, Pedro Guimarães, provavelmente o valor foi transferido automaticamente para outra conta do titular, cadastrada para recebimento da primeira parcela do auxílio. Baixe o Aplicativo Gratuito do Portal Mix Vale

Durante uma live feita pela Caixa na segunda-feira, uma beneficiária, que se identificou apenas como Isabel, contou que o dinheiro que recebeu havia sumido. A partir daí, muitas outras pessoas foram às redes sociais fazendo a mesma reclamação.

Auxílio emergencial negado para 1 de cada 4 pedidos(Abre numa nova aba do navegador)

Para evitar uma superlotação das agências, a Caixa decidiu bloquear as transferências, ou mesmo saques, até o dia 30 de maio. Sendo assim, até a data, o dinheiro ficou disponível apenas na conta virtual para pagamentos de boletos e compras por meio do cartão de débito digital. No dia seguinte, com a liberação, o saldo restante foi deslocado para conta informada pelo cidadão no momento do cadastro. Dessa forma, o beneficiário deve conferir se a quantia está disponível em suas demais contas bancárias.

“Para aqueles que não tinham conta em banco nenhum, [o saldo] continua na conta digital. Para os 10 milhões que já tinham contas [na Caixa ou em outros bancos], esse dinheiro foi depositado nessas contas”, explicou Guimarães.

Pedido de auxílio emergencial pode sair em 20 dias na Caixa(Abre numa nova aba do navegador)

Na tentativa de ter acesso ao dinheiro antes do dia 30, apesar do impedimento de saques e transferências, o cantor Vitor Súnega, de 26 anos, acreditou ter encontrado a solução perfeita. Por ser cliente do banco digital Nubank, que oferece a possibilidade de gerar boletos para cobrar terceiros, gerou um boleto em seu próprio nome e tentou efetuar o pagamento através do aplicativo Caixa Tem. Sem sucesso, resolveu esperar o prazo. Não contava, porém, que o dinheiro iria sumir de sua conta.

— O pagamento consta como feito, mas o dinheiro desapareceu da Caixa e não está no Nubank. Já olhei diversas vezes e não sei onde pode ter ido parar! — lamentou.

Questionada pela reportagem, a Caixa informou que o pagamento do boleto emitido por Súnega não foi liquidado, que a operação foi estornada e que o crédito deve retornar à conta de origem em alguns dias. O cliente pode fazer o acompanhamento pelo próprio aplicativo Caixa Tem.

FGTS poderá ser usado como garantia para cartão de crédito(Abre numa nova aba do navegador)

Em relação aos demais casos, em que o auxílio emergencial sumiu da conta sem nenhuma ação do titular, a Caixa disse que “os recursos são enviados da Poupança Social Digital para a conta de destino conforme calendário de saque divulgado”. Ainda esclareceu que essa operação de transferência e crédito realizada pelo banco de destino pode levar de 1 a 2 dias.

© Copyright 2013-2020 Mix Vale Comunicação, Produção e Marketing LTDA ME

To Top