Proposta determina que cartórios informem as secretarias da Fazenda sobre óbitos
Brasil

Proposta determina que cartórios informem as secretarias da Fazenda sobre óbitos

Proposta determina que cartórios informem as secretarias da Fazenda sobre óbitos
Maryanna Oliveira/Câmara dos Deputados
Ordem do dia. Dep. André Figueiredo (PDT - CE)
Deputado André Figueiredo: “O registro de óbito é público”

O Projeto de Lei 3733/20 determina que os cartórios remetam às secretarias da Fazenda nos estados e no Distrito Federal, dentro dos primeiros oito dias de janeiro, abril, julho e outubro de cada ano, as informações sobre óbitos ocorridos no trimestre anterior, com nomes e respectivos números no Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) da Receita Federal.

O texto em tramitação na Câmara dos Deputados insere o dispositivo na Lei de Registros Públicos. O objetivo é dar efetividade à cobrança do Imposto sobre Transmissão Causa Mortis e Doação (ITCMD) e de eventuais outros valores.

“Em inúmeras hipóteses os herdeiros atrasam injustificadamente ou até não requerem o inventário”, afirma o autor da proposta, deputado André Figueiredo (PDT-CE). “O registro de óbito é público, e, tendo em vista o interesse público na arrecadação de impostos e na regularização de situações jurídicas, o projeto é plenamente legítimo.”

Saiba mais sobre a tramitação de projetos de lei

To Top