Terá suspenso pagamento Aposentado pego na rua durante pandemia?
Benefícios

Terá suspenso pagamento Aposentado pego na rua durante pandemia?

Vacinação contra gripe imuniza 358 mil pessoas no primeiro dia

Terá suspenso pagamento Aposentado pego na rua durante pandemia? O INSS publicou nota desmentindo a informação que circula pelas redes sociais, dizendo que o aposentado acima de 60 anos que estiver circulando na rua, nessa época de coronavírus, terá sua aposentadoria suspensa por tempo indeterminado. Baixe o Aplicativo Gratuito do Portal Mix Vale

A MP 922, citada na mensagem falsa, altera a legislação e permite, entre outros pontos, que o INSS conceda auxílio-doença sem perícia médica para os trabalhadores enquanto durar a pandemia de coronavírus.

INSS é condenado ao pagamento de danos morais: Entenda o caso(Abre numa nova aba do navegador)

“O INSS reitera que vem tomando uma série de medidas para assegurar a saúde dos cidadãos, em especial a dos idosos, para evitar que se exponham ao risco de contágio do coronavírus”, afirma o instituo em nota.

Foi anunciada pelo INSS a suspensão do atendimento nas agências do país, a princípio, até o início de abril.

O fechamento dos postos de atendimento ocorre em meio a um cenário de caos que começa a se instalar nas agências com a redução do quadro de funcionários devido à dispensa de servidores que estão no grupo de risco de desenvolver a forma mais grave da gripe provocada pelo coronavírus.
Muitos servidores do INSS possuem mais de 60 anos e, por prevenção, estão trabalhando de casa.

O INSS já tinha anunciado a suspensão de parte do atendimento nas agências por 15 dias, contados a partir desta quarta, conforme portaria publicada no “Diário Oficial da União”.

Quarentena do Coronavírus em São Paulo começa terça(Abre numa nova aba do navegador)

Os segurados podem ter acesso aos serviços pelo Meu INSS (site gov.br/meu inss ou aplicativo para celular) ou por meio da Central 135, que funciona de segunda a sábado, das 7h às 22h horas.

Afastamento
O governo informou que pretende pagar os primeiros 15 dias de afastamento quando o empregado estiver com coronavírus. Hoje, quem paga o salário neste período de afastamento por doença do profissional que tem carteira assinada é o patrão.

Segundo Brunco Bianco, secretário de Previdência, no caso do auxílio-doença sem que seja feita perícia médica, será necessário enviar o atestado ao INSS, pela internet. O trabalhador terá de acessar o Meu INSS ou baixar o aplicativo.

Coronavírus: Governo pagará 15 dias de afastamento(Abre numa nova aba do navegador)

To Top