X

Luxemburgo conta com jovens para o Brasileiro

portalmixvalenoticias

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – Após conquistar o Campeonato Paulista no sábado (8), o Palmeiras começou a se preparar nesta segunda-feira (10) para a disputa do Brasileiro -o clube visita na quarta (12) o Fluminense.
Questionado sobre os planos para o torneio nacional e a chance de ter reforços, o técnico Vanderlei Luxemburgo desconversou e mostrou confiança na garotada da base.
“A gente trabalha internamente o que precisa ser feito, ainda mais em um mercado tão ávido e rápido de valorização. Se tiver uma informação de que vou contratar um jogador, de R$ 100 mil passa a valer R$ 1 milhão. Temos de tratar internamente”, afirmou.
Mesmo que não consiga novos nomes, Luxemburgo terá, pelo menos, duas novidades para a competição nacional: Luan Silva e Gabriel Veron. O primeiro está fazendo um trabalho de reequilíbrio muscular após machucar a coxa direita, enquanto o garoto formado na base segue em tratamento com o departamento médico. Fabiano, Guerra e Deyverson, fora dos planos, trabalham à parte.
“O Gabriel [Veron] movimenta entre os zagueiros, vai em direção ao gol, o Luan se movimenta muito, saindo pelos lados, com velocidade. Vamos tentar fazer um equilíbrio para ele produzir o que queremos. Contamos com os dois para o Brasileiro, tem os dois, com uma série de meninos, para fazer o grupo do Campeonato Brasileiro”, pontuou.
“Vamos esquecer e começar a pensar na próxima, o Brasileiro, Copa do Brasil, para brigarmos por uma conquista maior, que é nosso objetivo final. E começamos hoje a trabalhar, a colocar o chip do Brasileiro, Libertadores e Copa do Brasil e jogar fora o do Paulista”, reforçou.
Luxemburgo também rebateu as críticas que recebeu do português Luis Figo, seu ex-comandado, que o colocou como o “pior técnico” com quem trabalhou em publicação na qual Rivaldo o elogiava.
“É coisa normal do futebol. Cheguei ao Real Madrid no momento em que era para ele sair, o clube queria que ele saísse. O jogador não entende que isto faz parte do lado profissional. Se ele acha assim, é direito dele. Mas fico com o Rivaldo”, respondeu Luxa.

Notícias Relacionadas