Como se inscrever no Bolsa de Qualificação Profissional?
Benefícios

Como se inscrever no Bolsa de Qualificação Profissional?

segundo dia de provas do enem 2018 tera mais tempo de duracao confira outras mudancas

Como se inscrever no Bolsa de Qualificação Profissional? O empregador que desejar inscrever o trabalhador no Programa Bolsa de Qualificação Profissional já pode fazê-lo de forma on-line. A ação é fruto da parceria tecnológica entre a Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministerio da Economia e a Dataprev. A nova funcionalidade já está disponível no Portal Empregador WEB. 

Nessa primeira etapa, já é possível a transmissão digital de arquivos contendo os dados dos funcionários para acesso à Bolsa de Qualificação Profissional e a solução para verificar o resultado do processamento será disponibilizada a partir de 13 de setembro.

De acordo com a Secretaria, ficam mantidas ainda as demais obrigações dos empregadores quanto à necessidade do registro do Acordo Coletivo do Trabalho no sistema Mediador, bem como a abertura de processo no sistema SEI, a ser dirigido à Superintendência Regional do Trabalho local, conforme exigências do Resolução nº 591/2009 do Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat), sendo necessário conter plano pedagógico e metodológico do curso de qualificação com, no mínimo, objetivo, público alvo, estrutura curricular e carga horária.

O que é

Bolsa de Qualificação Profissional é uma das modalidades do benefício Seguro-Desemprego. Ela é concedida quando o contrato de trabalho é suspenso, por dois a cinco meses, para a participação do empregado em curso ou programa de qualificação profissional oferecido pelo empregador. ​ A opção precisa, no entanto, estar prevista em convenção ou acordo coletivo.

A exemplo do que já ocorre com o Benefício Emergencial de preservação do Emprego e Renda (Bem), a possibilidade de uso da Bolsa de Qualificação para trabalhadores com contrato de trabalho suspenso é, também, uma medida que surge como alternativa à demissão do trabalhador formal, em momentos de retração da atividade econômica ou crises como a pandemia do novo Coronavírus.

Da mesma forma como é calculado o Seguro-Desemprego, o valor mensal do benefício baseia-se na média dos três últimos salários recebidos pelo trabalhador, não podendo ser inferior ao salário-mínimo. Excepcionalmente, durante a pandemia, a qualificação poderá ser feita de forma remota (on-line).

Para orientar os usuários, foi elaborado o Manual de Leiaute para a transmissão de arquivos da Bolsa de Qualificação Profissional pelo Empregador Web. Neste link, é possível obter mais informações sobre as etapas que devem ser cumpridas pelos empregadores para acesso à Bolsa de Qualificação Profissional.

To Top