Sally se transforma em furacão e ameaça costa do Golfo nos EUA
Business

Sally se transforma em furacão e ameaça costa do Golfo nos EUA

tagreuters com2020binary LYNXMPEG8D229 BASEIMAGE

Por Jennifer Hiller

HOUSTON (Reuters) – Moradores dos Estados norte-americanos da Louisiana e do Mississippi estavam sob ordens para deixar suas casas nesta segunda-feira, enquanto Sally agitava o Golfo do México, ganhava força e se transformava em um furacão antes de provocar chuvas no litoral na terça-feira, segundo informou o Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos.

A segunda tempestade a ameaçar a região em menos de um mês, Sally caminha para uma chegada em câmera lenta que pode despejar chuvas agressivas na costa norte-americana do Golfo. Moradores da Louisiana e da Flórida foram avisados também sobre tempestades e ventos fortes. 

Sally é a décima oitava tempestade no Atlântico neste ano e será a oitava tempestade tropical com força de furacão a atingir os Estados Unidos, algo “muito raro, se não for um recorde”, disse Dan Kottlowski, meteorologista sênior da AccuWeather.

Dados precisos sobre tempestades tropicais históricas podem ser enganosos.

“Vamos aguentar o fardo desta tempestade,” disse o governador do Mississippi, Tate Reeves, a moradores nesta segunda-feira, alertando que o volume de chuvas ao longo da costa passaria dos 508 milímetros. 

O governador da Louisiana, John Bel Edwards, pediu uma declaração federal de desastre e aconselhou que as pessoas no caminho do Sally deixem suas casas.

“Temos de nos certificar de que tudo esteja amarrado e fora do caminho para que não vá embora com a água ou voe pelos ares”, disse Steve Forstall, um funcionário do porto de Bay St. Louis,  no Mississippi.

tagreuters.com2020binary_LYNXMPEG8D229-BASEIMAGE

To Top