INSS: Parte da categoria pode entrar em greve
Benefícios

INSS: Parte da categoria pode entrar em greve

Principais notícias de benefícios do Brasil - INSS – Bolsa Família – FGTS – BPC – Cadastro Único – Pis-Pasep – Loterias – Minha Casa Minha Vida – Seguro Desemprego - Aposentadoria

INSS: Parte da categoria pode entrar em greve. Os sindicatos da categoria deram orientações diversas aos seus filiados em São Paulo, o que pode levar parte da categoria a fazer greve nesta quinta-feira.

O Sinsprev (sindicato com base em SP), coligado à Fenasps, que é a federação nacional dos servidores administrativos, informa que os trabalhadores devem se manter em greve sanitária e seguir em suas funções de forma remota, como vem ocorrendo desde o final de março, quando o atendimento presencial no INSS foi suspenso por causa da pandemia de coronavírus.

Na noite desta quinta (17), deverá haver assembleia online para definir o rumo das mobilizações em São Paulo e em todo o país.

“A questão é a reabertura das agências numa pandemia ainda descontrolada. O INSS não criou mecanismos efetivos, um plano de contingência, em relação ao atendimento não agendado”, diz Cristiano Machado, diretor das entidades.

Já o Sinnsp, que também representa a categoria em São Paulo e foi o sindicato que ingressou na Justiça contra a reabertura e obteve decisão liminar favorável, impedindo o funcionamento das unidades na segunda (14), pede a seus filiados que se mantenham mobilizados, o que não significa greve. Em nota, a entidade a firma que “é inaceitável a reabertura das agências do INSS sem o cumprimento do protocolo de segurança sanitária, principalmente não tendo como obrigatoriedade a testagem de todos os trabalhadores”. O Sinnsp diz ainda que vai fiscalizar o funcionamento.

To Top