Kanye West ataca indústria da música em vídeo que mostra homem urinando em Grammy
Celebridades

Kanye West ataca indústria da música em vídeo que mostra homem urinando em Grammy

tagreuters com2020binary LYNXMPEG8F275 BASEIMAGE

LOS ANGELES (Reuters) – O rapper Kanye West fez uma série de publicações no Twitter nesta quarta-feira reclamando de seus contratos com empresas da indústria musical e postando um vídeo que mostra um homem urinando em um de seus prêmios do Grammy. 

O autor de “Heartless”, que sofre de transtorno de bipolaridade, postou páginas de 10 de seus contratos e acusou empresas de entretenimento de explorarem artistas negros. 

“É assim que os meus contratos de Kanye West são hoje (…) EU REZO EM NOME DE JESUS PARA QUE ELES NÃO SEJAM ASSIM AMANHÔ, escreveu West na rede social após postar os contratos que estabelecem valores de execução e royalties. 

“Todos os músicos serão livres”, acrescentou em um outro tuíte após um período de seis horas. 

West então postou um vídeo que mostrava uma pessoa urinando sobre um prêmio Grammy que foi colocado em um vaso sanitário, com a legenda “Confie em mim… EU NÃO VOU PARAR”. O vídeo atingiu mais de 13 milhões de visualizações em poucas horas. 

West, de 43 anos de idade, é um dos maiores e mais controversos nomes do Rap, com 21 prêmios do Grammy na carreira. O artista disse nesta semana que não iria mais lançar novas músicas “até que acabe meu contrato com a Sony e a Universal”. 

Ele também disse que gostaria de ser o dono das gravações de seus trabalhos, e chamou a indústria musical de “navios de escravos dos tempos modernos” e acrescentou, “Eu sou o novo Moisés”. 

Nenhum porta-voz de West foi encontrado para comentar o episódio. 

(Reportagem de Jill Serjeant)

tagreuters.com2020binary_LYNXMPEG8F275-BASEIMAGE

To Top