Pagamento do INSS pode ser garantido com prova de vida?
Benefícios

Pagamento do INSS pode ser garantido com prova de vida?

dinheiro gov Ce dívida contas

Pagamento do INSS pode ser garantido com prova de vida? O INSS suspendeu a prova de vida até 30 de setembro, em razão das medidas de combate à Covid-19. No entanto, o prazo não vale para quem estava com o benefício suspenso em março deste ano. Neste caso, o aposentado ou pensionista tem que ir ao banco regularizar o benefício antes que ele seja cancelado.

É preciso comparecer à agência onde recebe o benefício e apresentar um documento de identificação, com foto, para provar que está vivo e ter o pagamento restabelecido.

Quem está nesta situação, tem mais de 60 anos e não pode ir ao banco porque está doente ou com dificuldade de locomoção pode fazer o recadastramento por meio de um representante legal. Até o fim do estado de calamidade, não é necessário que o procurador esteja cadastrado no INSS.

Caso não tenha um representante, o aposentado pode nomear um em um cartório, que não suspendeu os atendimentos. Munido da procuração, o representante deve ir ao banco onde o pagamento do INSS é feito e recadastrar a senha para o saque do benefício.

Se o benefício foi bloqueado por alguma exigência, o segurado deve enviar a documentação pelo Meu INSS, site ou aplicativo. Durante a pandemia, o INSS dispensa a autenticação das cópias de alguns documentos, como certidões de nascimento, casamento ou óbito.

Benefício cessado
Após seis meses sem comprovação de vida, porém, o benefício é cessado definitivamente. Para reativar o pagamento o segurado terá de fazer a solicitação pelo Meu INSS e esperar a reabertura das agências do INSS. O atendimento nos postos está previsto para ser retomado, gradualmente e com hora marcada, no dia 24 de agosto.

To Top