Açúcar bruto retoma tendência positiva na ICE; café arábica também avança

Armazém com açúcar bruto em Hilla, Iraque

NOVA YORK/LONDRES (Reuters) – Os contratos futuros do açúcar bruto fecharam em alta na ICE nesta terça-feira, com o mercado retomando sua recente tendência positiva após uma queda registrada na véspera, enquanto o café fechou misto, com avanço do arábica e queda no robusta.

AÇÚCAR

* O contrato março do açúcar bruto fechou em alta de 0,17 centavo de dólar, ou 1,2%, a 14,01 centavos de dólar por libra-peso. Na véspera, o vencimento chegou a atingir uma máxima de sete meses e meio (14,55 centavos), mas terminou a sessão em queda de 2,7%.

* Operadores disseram que a alta nos preços do petróleo forneceu uma dose de suporte, enquanto uma liquidação em massa de posições compradas por fundos parece improvável. Ainda há incertezas em relação à política de exportações da Índia.

* A Índia ainda não anunciou o volume dos subsídios às exportações de açúcar nesta temporada e há rumores de que a decisão pode ser adiada até o início do mês que vem.

* Chuvas são previstas para as próximas semanas no Brasil, o que ameniza parte das preocupações com as perspectivas para a safra 2020/21.

* O açúcar branco para dezembro avançou 4,50 dólares, ou 1,2%, para 387,10 dólares a tonelada.

CAFÉ

* O contrato dezembro do café arábica fechou em alta de 0,95 centavo de dólar, ou 0,9%, a 1,101 dólar por libra-peso, recuperando terreno após a queda de 2,2% da segunda-feira.

* As chuvas devem chegar às áreas produtoras de café do Brasil entre os próximos seis e dez dias, segundo a empresa de meteorologia Maxar. Isso deve aliviar as preocupações quanto à safra 2021 do país, maior produtor global.

* O café robusta para novembro recuou 10 dólares, ou 0,8%, para 1.223 dólares a tonelada.

(Reportagem de Marcelo Teixeira, Maytaal Angel e Nigel Hunt)

tagreuters.com2020binary_LYNXMPEG9C1UE-BASEIMAGE