ABPO: vendas de papelão ondulado sobem 15,41% em setembro; maior nível da série

As vendas de papelão ondulado utilizado em embalagens – caixas, acessórios e chapas – subiram 15,41% em setembro, em relação ao mesmo período do ano passado, para 351.193 toneladas, de acordo com dados da Associação Brasileira do Papelão Ondulado (ABPO). Na comparação com agosto deste ano, a alta foi de 1,50%.

A expedição atinge um novo recorde mensal entre os meses de setembro e maior nível da série histórica iniciada em janeiro de 2005. Mesmo com um dia útil a mais do que o ano anterior (25 dias úteis em setembro de 2020 ante 24 dias úteis em setembro de 2019), a produção por dia útil cresceu 10,8%, para 14.048 toneladas, maior nível desde o início dessa série histórica.

Segundo a ABPO, apesar da queda no segundo trimestre de 2020 em relação ao mesmo período de 2019, devido aos impactos da pandemia na atividade econômica, o terceiro trimestre deste ano aponta um crescimento de 10,2% em relação ao mesmo período de 2019.

Considerando os dados livres de influência sazonal, a expedição de papelão ondulado subiu 2,4% em setembro, para 343.133 toneladas, maior nível da série histórica iniciada em 2005. A expedição por dia útil nos dados sazonalmente ajustados foi de 13.725 toneladas por dia útil, 6,5% superior a agosto e também o maior patamar dessa série histórica. Em termos trimestrais, o volume expedido no terceiro trimestre foi de 1.006.433 toneladas, o maior trimestre desde 2005 e 15,9% maior do que o trimestre anterior, nos dados ajustados sazonalmente.