Portugal impressiona na Liga das Nações com ou sem Cristiano Ronaldo

Jogadores de Portugal comemoram gol marcado contra Suécia pela Liga das Nações

Por Brian Homewood

(Reuters) – Com ou sem Cristiano Ronaldo, Portugal continua sendo uma das seleções mais impressionantes da Europa, como mostrou mais uma vez com sua vitória de 3 x 0 sobre a Suécia na Liga das Nações na quarta-feira.

A Suécia criou o habito de desestabilizar times como Portugal com seu estilo agressivo e físico, mas os campeões europeus não se deixaram intimidar, mesmo sem o maior artilheiro de sua história.

Na terça-feira, o jogador de 35 anos foi descartado da partida disputada na quarta-feira depois de ser diagnosticado com Covid-19 e voou de volta à Itália, onde joga na Juventus e passará ao menos 10 dias em quarentena.

Ronaldo tampouco disputou a partida em casa contra a Croácia no mês passado devido a uma infecção em um dedo do pé – mas Portugal venceu por 4 x 1.

Houve até quem dissesse que os portugueses parecem um time melhor e mais coeso sem Ronaldo, cuja presença pode ser opressiva para jogadores mais jovens.

Dois anos atrás, ele se omitiu totalmente da primeira fase da Liga das Nações para se concentrar em seu clube, e Portugal passou por seu grupo sem perder.

No ano passado, quando ele voltou para a fase final da competição a seleção também venceu, desta vez com um placar de 3 x 1 sobre a Suíça e uma trinca de gols de Ronaldo na semifinal.

Com uma linha de produção de jogadores talentosos aparentemente inesgotável e um técnico astuto e objetivo na figura de Fernando Santos, Portugal sempre será uma ameaça.

tagreuters.com2020binary_LYNXMPEG9E1DB-BASEIMAGE