Vendas de diesel na Índia em outubro sobem para níveis pré-Covid

Abastecimento de veículo em posto de combustíveis em Jammu, Índia

Por Nidhi Verma

NOVA DÉLHI (Reuters) – As vendas de diesel na Índia aumentaram em outubro pela primeira vez desde que o país impôs medidas restritivas para conter a Covid-19 no final de março, de acordo com dados preliminares, que sinalizam uma recuperação na atividade industrial antes de importantes festivais no país.

As vendas de diesel pelas três varejistas estatais de combustíveis do país aumentaram 8,8% ano a ano na primeira quinzena de outubro, de acordo com dados prévios compilados pela Indian Oil Corp, a maior empresa de refino e varejista de combustível do país.

As vendas de diesel, que respondem por cerca de dois quintos da demanda total de combustível do país, totalizaram 2,65 milhões de toneladas, um aumento de mais de 24% em relação ao mês anterior.

O aumento das vendas de diesel no terceiro maior consumidor e importador de petróleo do mundo ajudaria refinarias que têm precisado reduzir o processamento de petróleo durante a crise do coronavírus, disse um funcionário de uma das refinarias estatais, embora com o alerta de que o crescimento das vendas de diesel pode ser temporário.

“Normalmente, o transporte de mercadorias aumenta antes dos festivais e diminui durante e após os festivais principais. Este ano os festivais mais importantes acontecem no final deste mês e no início de novembro; no ano passado eles foram em outubro”, disse.

O aumento do uso de gasolina e diesel na Índia também deve ajudar outros mercados atingidos pela lenta recuperação da demanda.

As vendas de gasolina aumentaram 1,5% na comparação anual, para 982.000 toneladas na primeira quinzena de outubro, um aumento de 1,45% em relação ao mesmo período do mês passado, mostraram os dados.

“Com a demanda nas economias avançadas em uma tendência de declínio, todo o aumento vem de mercados emergentes e economias em desenvolvimento, lideradas pela Índia”, disse a Agência Internacional de Energia (IEA) em seu relatório de perspectivas globais para o setor de energia 2020.

As empresas estatais IOC, Hindustan Petroleum e Bharat Petroleum detêm cerca de 90% dos pontos de venda de varejo de combustível na Índia.

As estatais viram alta de 7% nas vendas de gás de cozinha na primeira metade de outubro na comparação anual, enquanto as vendas de combustível para aviação caíram 57%, para 135.000 toneladas.

((Tradução Redação São Paulo, 55 11 5644 7519)) REUTERS LC

tagreuters.com2020binary_LYNXMPEG9F1WZ-BASEIMAGE