PT divulga nota repudiando ataque a candidatos no litoral de SP

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Candidatos do PT em Caraguatatuba (litoral norte de São Paulo) registraram um boletim de ocorrência neste sábado (17) após terem sofrido um ataque em um bairro da cidade.

O candidato a prefeito, José Mello, disse à Folha de S.Paulo que um homem dentro de um veículo fez disparos com uma arma de fogo após ofender a ele e a outros colegas de partido na noite de sexta (16). Ninguém se feriu.

No momento do incidente, Mello, sua colega de chapa, Maíra Martins, e outras três pessoas deixavam um trailer de lanches onde haviam ido depois de uma agenda de campanha, próximo ao bairro Jardim Britânia. O grupo estava com materiais com símbolos do partido.

“Ele chegou destilando ódio contra o partido e contra a política”, diz o candidato a prefeito, que diz não ter respondido aos insultos.

“Continuamos andando. Quando cheguei ao carro e acelerei para sair, ouvi disparos.”

O candidato afirma que os tiros não foram “diretamente para matar, mas para assustar”.

Segundo ele, uma viatura da PM foi acionada e chegou a tentar localizar o veículo. Os dirigentes do partido na cidade querem a abertura de uma investigação.

Após o episódio, a presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, disse que não pode mais ser tolerado o recurso à violência física na política e que a situação no país é preocupante.

A reportagem não conseguiu localizar autoridades da Polícia Civil na cidade para comentar o assunto.