Pagamento do 13º salário do Bolsa Família sem análise para ser aprovado
Benefícios

Pagamento do 13º salário do Bolsa Família sem análise para ser aprovado

bolsa família

Pagamento do 13º salário do Bolsa Família sem análise para ser aprovado. O Ministério da Economia confirmou que não existe previsão orçamentária para o pagamento do 13º salário do Bolsa-Família este ano. O crédito extra foi pago em 2019.

O advogado da área Trabalhista e sócio do Crivelli Advogados, Daniel Fabre, explica que a medida não é ilegal já que a Medida Provisória nº 898 de 2019, que determinava o pagamento do 13º para as famílias inscritas no programa, não foi aprovada pelo Congresso Nacional, caducando em 25 de março deste ano.

— Muitos analistas relataram que o próprio governo, autor da medida, trabalhou ativamente para que não fosse aprovada e perdesse validade. Isso porque o relatório do senador Randolfe Rodrigues ampliava o rol de beneficiários também para os do BPC e tornava o benefício mais perene, algo não pretendido pelo governo — opina o advogado: — É mais uma de suas tantas contradições, que são prejudiciais ao país. De todo modo, em termos legais, o não pagamento este ano está dentro da legalidade, uma vez que a MP perdeu validade.

Cartão do Bolsa Família
OLINDA, PE, 28.09.2020 – Liberada nesta segunda-feira a quinta parcela do auxílio emergencial para nascidos em novembro e dezembro. Continuam a receber ainda quem foi beneficiado tardiamente e os cadastrados no Bolsa Família. (Foto: Lidianne Andrade/MyPhoto Press/Folhapress)

Pagamento do Bolsa Família

Fui cadastrada no Bolsa Família e recebi a notícia de que não me enquadrava. Sou a única renda da casa, tenho uma filha de 8 anos, meu salário é de R$ 1.200,00, tenho problemas de saúde mas mesmo assim preciso trabalhar, moro de aluguel, por qual motivo não me enquadro, pois vejo e conheço pessoas que não precisam e recebem? Poderia me dizer o devo fazer para receber esse auxílio?Pergunta da internauta Márcia

Resposta:

Fazer o cadastro para participar do programa Bolsa Família não é garantia de obter o benefício, pois é preciso que a família se enquadre em critérios de pobreza e extrema pobreza e também em critérios como faixa etária dos membros da família.

cartão bolsa família
cartão bolsa família

Quais são os critérios?

Família em extrema pobreza é aquela que tem renda por pessoa de até R$ 89 mensais.

Família pobre é aquela com renda por pessoa entre R$ 89,01 e R$ 178,00 mensais. Mas, nesse caso, para ser aprovada no programa Bolsa Família, este tipo de família precisa ter crianças ou adolescentes de 0 a 17 anos entre seus membros.PUBLICIDADE

Como se cadastrar?

É preciso se inscrever no Cadastro Único e aguardar a análise do sistema do governo.

Para se inscrever no Cadastro Único, é preciso procurar a prefeitura de sua cidade.  No Estado de São Paulo, o Cadastro Único é feito por meio do CRAS (Centro de Referência de Assistência Social). Os endereços desses centros em todos os municípios do Estado de São Paulo estão neste link.

A entrada no programa não é automática porque o governo federal concede o benefícios a partir de um limite orçamentário.

Quem se enquadrar em uma das situações de pobreza ou extrema pobreza, pode receber o Bolsa Família mesmo que esteja trabalhando com carteira assinada, ou se tiver alguma outra renda, ou até mesmo se for estrangeiro. Fonte R7

To Top