Parcela de R$ R$ 4.800 é para quem no Auxílio Emergencial
Auxílio Emergencial

Parcela de R$ R$ 4.800 é para quem no Auxílio Emergencial

Aplicativo do Celular Auxílio Emergencial

Parcela de R$ R$ 4.800 é para quem no Auxílio Emergencial. Na reta final de pagamentos do auxílio emergencial, liberado para tentar minimizar a crise econômica gerada pelo coronavírus, os beneficiários poderão receber parcelas que variam entre R$ 300 e R$ 4.800.

Inicialmente previsto para ser pago em três parcelas de R$ 600 a informais, inscritos no CadÚnico, desempregados e membros do Bolsa Família, o auxílio foi prorrogado por mais dois meses, totalizando cinco cotas de R$ 600. Em setembro, o governo liberou mais quatro parcelas, chamadas de residuais, no valor de R$ 300, chegando a nove parcelas ao todo.

Em ambos os cenários, mães chefes de família têm o direito à cota dupla (de R$ 600 ou R$ 1.200).

Auxílio Emergencial já evitou dano de R$ 450 milhões ao erário
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

De acordo com os calendários divulgados pelo Ministério da Cidadania, não são todos os beneficiários que receberão as nove parcelas do auxílio emergencial, mesmo que atendidas às regras do programa. Apenas receberá os nove pagamentos quem teve a primeira parcela em abril. Quem teve a primeira cota em maio terá direito de receber oito, e assim por diante.

No final do mês de outubro, o governo divulgou um novo lote para 95 mil novos cadastros aprovados no auxílio de R$ 600. Os novos beneficiários têm direito às parcelas de R$ 600 e mães chefes de família recebem R$ 1.200 por cota.

Como o programa vai até 31 de dezembro, algumas parcelas serão pagas simultaneamente. Beneficiários poderão sacar até quatro parcelas de uma vez, totalizando R$ 2.400 ou R$ 4.800.

O cidadão que fica de fora dos pagamentos e julga ter direito pode contestar a negativa no site portal.dataprev.gov.br. Se ficar comprovado que ele deve ter a grana, poderá receber os valoes acumuladamente. (com CG)

To Top