Aposentadoria especial do INSS terá tempo incluso do Auxílio Doença
Benefícios

Aposentadoria especial do INSS terá tempo incluso do Auxílio Doença

aposentadoria por idade inss

Aposentadoria especial do INSS terá tempo incluso do Auxílio Doença. Os trabalhadores de áreas insalubres têm o direito de utilizar períodos de afastamentos por doenças, mesmo aquelas sem relação com a profissão, como tempo especial para antecipar a aposentadoria do INSS.

A posição favorável aos segurados foi consolidada pelo STF (Supremo Tribunal Federal) nesta segunda-feira (26), quando o plenário virtual rejeitou um recurso do INSS que contestava o julgamento realizado pelo STJ (Superior Tribunal de Justiça) em 2019.

A partir de agora, juízes de todas as instâncias devem considerar a orientação do STJ: se um trabalhador passou a receber um benefício por incapacidade enquanto exercia uma atividade reconhecida como especial, o tempo em que ele recebeu o auxílio-doença também será contado como especial.

Agência do INSS
Agência do INSS

Com a conclusão do caso, sem possibilidade de recurso, também devem voltar a andar na Justiça os processos sobre o tema que haviam sido suspensos em 2018, segundo a presidente do IBDP (Instituto Brasileiro de Direito Previdenciário), Adriane Bramante. “É uma questão que o INSS não reconhece, obrigando o segurado a recorrer à Justiça.”

Para Priscila Arraes Reino, coordenadora-adjunta do IBDP, “ao decidir que o auxílio-doença previdenciário também pode ser contado como tempo especial, a Justiça irá antecipar a aposentadoria de muitos trabalhadores”, afirma.

A discussão judicial surgiu porque há dois tipos de auxílio-doença: o previdenciário e o acidentário. O primeiro é voltado para os casos em que a incapacidade para o trabalho não tem relação com a atividade profissional. O outro é destinado às incapacidades provocadas pela ocupação. O INSS reconhece que o auxílio-doença acidentário dá direito à contagem especial, mas não aplica isso para o previdenciário. Os efeitos práticos da decisão valem para afastamentos até novembro, quando a reforma da Previdência passou a valer.

To Top