Elon Musk ultrapassa Zuckerberg e se torna o 3º mais rico do mundo
Últimas Notícias

Elon Musk ultrapassa Zuckerberg e se torna o 3º mais rico do mundo

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Elon Musk, fundador da Tesla e da SpaceX, se tornou o terceiro bilionário do mundo de acordo com Índice de Bilionários da Bloomberg.

A fortuna de Musk é avaliada atualmente em US$ 110 bilhões (R$ 593 bilhões), após ter subido US$ 82,2 bilhões (R$ 443,5 bilhões) somente neste ano – o maior ganho observado entre as 500 pessoas mais ricas do mundo, de acordo com a Bloomberg.

Com a disparada, Musk ultrapassou a quantia de Mark Zuckerberg, presidente do Facebook, que ocupava o terceiro lugar no ranking. A fortuna de Zuckerberg é avaliada em US$ 104 bilhões (R$ 561 bilhões).

O primeiro lugar do ranking de bilionários da Bloomberg é ocupado por Jeff Bezos, da Amazon, com US$ 185 bilhões (R$ 998 bilhões). Em seguida, vem Bill Gates, da Microsoft, com US$ 129 bilhões (R$ 696 bilhões).

Nesta semana, a Tesla divulgou que vai ingressar no índice acionário S&P 500 em dezembro, e as ações da empresa chegaram a disparar 12% na segunda-feira (16).

“A Tesla será uma das adições de maior peso no S&P 500 na última década e consequentemente vai gerar um dos maiores fluxos de negócios na história do S&P 500”, afirmou a S&P Dow Jones Indices.

Com valor de mercado de mais de US$ 380 bilhões (R$ 2 trilhões), a Tesla é uma das companhias mais valiosas de Wall Street.

A inclusão da Tesla no índice significa que fundos de investimentos indexados ao S&P 500 terão que vender cerca de US$ 51 bilhões (R$ 275,2 bilhões) em ações de companhias que já estão no índice para usarem o dinheiro para comprarem ações da Tesla, de modo que seus portfólios reflitam corretamente o índice, afirmou a S&P Dow Jones Indices. A Tesla vai corresponder a cerca de 1% do indicador.

Também nesta semana, a SpaceX enviou quatro astronautas à Estação Espacial Internacional, a primeira missão Nasa a colocar uma tripulação em órbita a bordo de uma espaçonave de uma empresa privada.

“Foi um passeio e tanto”, disse o astronauta Mike Hopkins, da Tripulação Dragon, ao controle da missão SpaceX cerca de uma hora após a decolagem. “Houve muitos sorrisos.”

A Tripulação Dragon elevará sua órbita gradualmente ao longo das próximas 27 horas por meio de uma série de disparos de propulsores a bordo, dando aos astronautas tempo para saborear jantares pré-embalados e cerca de oito horas de descanso antes de atracarem na Estação Espacial Internacional às 23h do fuso horário do leste dos EUA nesta segunda-feira.

Um vazamento de ar causou uma queda de pressão inesperada na cápsula menos de duas horas antes da partida, disseram autoridades da Nasa, mas técnicos afirmaram ter realizado um exame de vazamentos bem-sucedido e o lançamento previsto foi mantido.

A tripulação da ‘Resilience’ conta com Hopkins e mais dois astronautas da Nasa, o piloto da missão, Victor Glover, e a médica Shannon Walker. Eles ainda receberam a companhia do astronauta japonês Soichi Noguchi, que já havia viajado no ônibus espacial norte-americano em 2005 e na russa Soyuz em 2009.

To Top