Saiba como funciona no INSS a revisão da vida toda
Benefícios

Saiba como funciona no INSS a revisão da vida toda

idosos inss

Saiba como funciona no INSS a revisão da vida toda. De fato todo estudo leva a escolhas seguras, com menos chances de erros. Na sua revisão de aposentadoria não poderia ser diferente. Com a assessoria previdenciária correta e exame devido você terá segurança e certeza de como fazer a Revisão da Vida Toda sem riscos.  E sabe qual a melhor hora para fazer isso? Te conto lá no final desse artigo. Fonte Arraes & Centeno Advocacia

Antes, eu vou apresentar todas as possibilidades para pedir sua revisão sem errar. Com a tranquilidade de conquistar o direito a melhora econômica da sua aposentadoria ou pensão e receber os atrasados a que você tem direito.

Afinal, essa revisão de aposentadoria pode beneficiar muita gente.

É um tipo de revisão que vale não somente para as aposentadorias comuns. Igualmente beneficia aposentadorias de pessoas com deficiência, pensão por morte, aposentadorias especiais e aposentadorias por invalidez.

Percebe quanta gente pode ser enquadrada nessa revisão?

Com toda certeza, se você souber como fazer a Revisão da Vida Toda corretamente, pode até quintuplicar o valor do seu benefício. 

E como isso acontece? Incluindo as remunerações anteriores a julho de 1994 no período básico de cálculo se elas contribuírem para o resultado final satisfatório.

Entretanto, isso não era considerado pelo INSS e somente com o aval do Supremo Tribunal de Justiça os segurados que tiveram as maiores contribuições antes desse período passaram a ter direito inseri-las, com forte impacto no valor de suas aposentadorias. 

Sua revisão sem perigo: descubra como 

Pela nossa experiência, sabemos que os aposentados com direito a essa revisão possuem um histórico previdenciário com muitas informações em razão do grande tempo que contribuíram para previdência social.

Muitas vezes essas informações disponíveis no seu Extrato de Contribuições Previdenciárias podem estar erradas, desatualizadas ou faltantes.

Por vezes, dependem de análise técnica de um previdenciarista.

Portanto, é pensando em você que pode se beneficiar com a Revisão da Vida Toda ou, com outras revisões, que demonstramos a importância de uma boa pesquisa. Sendo assim, você não irá deixar nenhum direito pra trás.

pente fino inss
pente fino inss

Revisão feita por especialista: entenda porque é tão importante.

A análise que o advogado previdenciarista faz é inegavelmente decisiva para o sucesso do seu caso. Para que você alcance o melhor benefício. 

Esse profissional realiza um estudo de todo sua vida de contribuições para previdência, que nem sempre estão em seu CNIS, ou têm divergência de dados. 

Assim, na revisão de aposentadoria, esse exame é fundamental.

Com toda certeza,  irá verificar se você pode ter um aumento no seu benefício previdenciário.

A análise começa pela Carta de Concessão de Aposentadoria e Extrato de Contribuições Previdenciárias e, quando necessário, processo administrativo que concedeu o benefício a ser revisado. 

Cálculos precisos são fundamentais para não correr riscos e evitar prejuízos à sua aposentadoria. Lendo esse artigo você descobre caminhos a seguir. 

O que é analisado no processo de Revisão da Vida Toda ?

Para saber se você tem direito a Revisão da Vida Toda, em primeiro lugar, é analisado se você começou a trabalhar e contribuiu para o INSS antes de julho de 1994.

Em seguida, se sua aposentadoria ou pensão foi concedida entre novembro de 1999 e novembro de 2019.

Nesse mesmo sentido, é analisado se você está dentro do prazo de 10 anos para pedir a revisão – o chamado prazo decadencial.

Esse prazo decadencial começa a contar do dia primeiro do mês seguinte ao do recebimento da primeira prestação.

No entanto, se  você já requereu em algum momento a revisão e, teve o pedido indeferido, o prazo de dez anos só começa a contar depois que você tomar conhecimento da decisão definitiva do INSS

Para fazer essa análise é utilizada a Carta de Concessão de Aposentadoria e quando necessário, o processo administrativo de concessão.

Por fim, superada a análise dos requisitos exigidos na lei para Revisão da Vida Toda vamos para o próximo passo!

Um “pente fino” nas suas contribuições  previdenciárias

O estudo da Revisão da Vida Toda é minucioso.

Como resultado, o advogado especialista chegou à conclusão que você preenche os requisitos temporais exigidos pela lei.

Agora, mas não menos importante, é o momento de analisar suas contribuições e valor de benefício.

Portanto, deve ser realizado o cálculo para saber o quanto você pode se beneficiar com a revisão.

Decerto, é uma parte muito importante. Aqui, antes de mais nada, será demonstrada a expectativa da sua nova Renda Mensal Inicial (RMI) e, o total de atrasados que você pode receber dos últimos 5 anos.

Extrato de Contribuições Previdenciárias: seu histórico no INSS 

Para o cálculo, é utilizado o Extrato de Contribuições Previdenciárias para ter acesso aos salários de contribuição. Aqui é o momento do profissional analisar se:

–  há vínculos abertos sem data fim?

–  existem informações diferentes dos registros da Carteira de Trabalho como: remuneração diferente do registrado na CTPS; Vínculos com data de inicio errada ou sem data fim?

– existem períodos de contribuição que não foram analisados pelo INSS no momento da concessão do benefício?

– foi concedido o melhor benefício?  É comum o cliente querer a Revisão da Vida Toda e no momento do parecer o advogado especialista encontrar outros direitos que o segurado não sabia ter, como por exemplo: ser concedida uma aposentadoria por tempo de contribuição com aplicação do fator previdenciário, quando na verdade o segurado tinha direito a uma aposentadoria por pontos, sem incidência do fator previdenciário e, com certeza, com direito a uma renda melhor quando comparado com a que recebe. Nesse caso a pessoa pode ter direito a Revisão da Vida Toda e Revisão para Concessão do Melhor Benefício, com direito a receber as parcelas vencidas dos últimos 5 anos.  

– corrige os salários que estão anotados e realiza a conversão daquilo que está em moeda cruzeiro, cruzado, para o real.

Sendo assim, essa parte da análise permite que o especialista indique se há necessidade de reunir algum documento para provar o seu direito.

Muitas vezes o Extrato Previdenciário não reúne todas as informações necessárias para o seu cálculo. Contudo, o parecer indicará se você precisa anexar no seu pedido cópia da Carteira de Trabalho, Extrato FGTS, Microfichas de Contribuição, Carnês de pagamentos, entre outros.

Entenda o que são as microfichas e como você pode buscar esses dados no INSS. Basta clicar aqui. 

Parecer concluído: o momento de agir com segurança e tranquilidade!

Seu advogado previdenciarista finalizou o parecer conclusivo, analisou todas as possibilidades para requerer o seu direito, indicou o que é melhor para o seu caso.

Agora, certamente, você pode tomar uma decisão com confiança e tranquilidade sabendo que não perderá tempo e dinheiro, tendo em vista que você vai saber:

– se tem direito a Revisão da Vida Toda ou alguma das 9 possibilidades de revisões de aposentadoria;

– se positivo para revisão, o quanto de parcelas vencidas você pode receber dos últimos 5 anos;

– o valor da causa para não errar no momento de requerer judicialmente sua revisão – esse valor é determinante para você saber se o pedido será feito no Juizado Especial Federal ou Justiça Federal;

– se a revisão que você tem direito é requerida administrativamente ou judicialmente;

– qual a Renda Mensal Inicial que você deveria ter recebido e qual será a sua Renda Mensal Atual;

– se há necessidade de requerer a correção de alguma informação registrada no seu histórico previdenciário;

A hora de agir é agora 

Assim, percebe como a avaliação bem feita te coloca a frente das demais pessoas que estão requerendo um direito previdenciário?  

Em suma, uma análise bem realizada leva a um processo judicial ou administrativo bem instruído.

Ajuda a pessoa (analista ou juiz) que irá analisar o seu direito.

Evita perda de tempo e dinheiro com problemas que você já solucionou planejando do seu caso.

Agora eu vou te revelar uma dica de ouro. Assista até o final esse vídeo que eu gravei recentemente.

Aqui eu explico: o melhor momento para pedir a sua revisão é agora!

Agora você entendeu porque esse é o certo momento de agir?

Antes de tudo, procure um especialista em direito previdenciário para saber se você tem direito a uma melhora do seu benefício.

Esse atendimento pode ser feito à distância, de forma segura e com profissionais preparados para isso, através de um advogado online.

Planejar, avaliar e agir são atitudes que caminham juntas. 

Formada em Direito pela UCDB em 2000. Inscrita na OAB/MS sob o nº 8.596 e OAB/SP 38.2499. Pós Graduada em Direito Previdenciário. Pós Graduada em Direito do Trabalho e Processo do Trabalho pela Escola da Magistratura do Trabalho de Mato Grosso do Sul. Coordenadora Adjunta do Instituto Brasileiro de Direito Previdenciário. Secretária da Comissão dos Advogados Trabalhista da OAB/MS. Diretora na Associação dos Advogados Trabalhistas AAT/MS. Palestrante. atendimento@arraesadvogados.com.br.

To Top