Chuvas impulsionam forte avanço do plantio de soja na Argentina, diz bolsa
Agro

Chuvas impulsionam forte avanço do plantio de soja na Argentina, diz bolsa

BUENOS AIRES (Reuters) – As chuvas registradas na Argentina nos últimos dias deram um impulso ao plantio de soja 2020/21 no país, que registrou um salto de 16 pontos percentuais, a caminho dos 17,2 milhões de hectares em área prevista para o grão, disse nesta quinta-feira a Bolsa de Cereais de Buenos Aires (BdeC).

Mas a semeadura da principal safra da Argentina, que atingiu 28,8%, ainda está aquém do ritmo registrado no ano passado, pois muitas regiões ainda sentem os efeitos de uma seca que começou em meados do ano, segundo a bolsa.

Já a semeadura do milho, concluída em 31,4% dos 6,3 milhões de hectares estimados para o cereal, não registrou grandes avanços na última semana, porque a janela de plantio antecipado já se fechou, enquanto muitos lotes necessitam de mais água para assegurar um bom desenvolvimento, indicou a BdeC.

“O que temos é uma situação muito apertada em termos de reservas de água nos solos em zonas produtivas muito importantes”, disse à Reuters a chefe de Estudos Econômicos da Bolsa de Comércio de Rosario (BCR), Emilce Terré, citando efeitos do fenômeno climático La Niña, que durará até o final do ano.

“Há um cenário de muita incerteza neste ano sobre se os plantios poderão ser concluídos”, acrescentou.

TRIGO 2020/21

Em relação ao trigo, a BdeC disse que existe a possibilidade de um novo corte em sua previsão para a safra do cereal, atualmente em 16,8 milhões de toneladas, devido aos rendimentos abaixo do esperado em regiões produtoras do centro do país por causa da seca.

Até o momento, o trigo –cuja colheita está completa em 19,8% da área semeada– foi o cultivo mais afetado pela falta de água, pois muitas regiões atravessaram importantes fases de desenvolvimento com muito pouca chuva.

No início da temporada, antes da seca, a Bolsa de Cereais previa uma safra recorde de 21 milhões de toneladas de trigo.

(Reportagem de Maximilian Heath e Hugh Bronstein)

tagreuters.com2020binary_LYNXMPEGAI1XI-BASEIMAGE

To Top