Emicida, Céu e João Bosco levam prêmios brasileiros no Grammy Latino
Últimas Notícias

Emicida, Céu e João Bosco levam prêmios brasileiros no Grammy Latino

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – A cerimônia principal do Grammy Latino acontece às 22h desta quinta (19), mas os resultados das categorias relativas à língua portuguesa já foram divulgados. Os artistas brasileiros foram premiados numa cerimônia prévia, que foi ao ar no Facebook entre 19h e 19h30.

Entre os vencedores estão a cantora Céu, que levou em melhor álbum de pop contemporâneo com o disco “APKÁ!”; Emicida, na categoria de álbum de rock ou música alternativa com “AmarElo”; Paula Fernandes em álbum de música sertaneja com “Origens”, um disco ao vivo.

Completam a lista João Bosco, com “Abricó-De-Macaco” levando em melhor canção; Mariana Aydar com “Veia Nordestino, em álbum de música de raiz; Aline Barros com “Reino”, em álbum de música cristã; Cláudio Jorge com “Samba Jazz, de Raiz, Cláudio Jorge 70”, em álbum de samba/pagode; e Toninho Horta & Orquestra Fantasma, com “Belo Horizonte”, em álbum de música popular brasileira.

Todos esses prêmios são referentes às categorias de língua portuguesa. Nas categorias gerais, o Brasil concorreu com Yamandu Costa e Caetano Brasil, em melhor álbum instrumental, e com Céu, em melhor álbum de engenharia de gravação, além da rapper Bivolt, em melhor vídeo musical em versão curta, e BaianaSystem e Tropkillaz, em melhor clipe. Nenhum deles, entretanto, foi premiado.

A categoria mais importante com presença de brasileiros foi melhor canção “urban”, na qual Anitta e MC Lan disputaram com a música “Rave de Favela”. Os vencedores foram a cantora espanhola Rosalía e o trapper porto-riquenho Ozuna, com a parceria “Yo X Ti, Tu X”.

Além da entrega dos prêmios em língua portuguesa, o segmento dedicado ao Brasil da cerimônia prévia teve a exibição de duas performances gravadas. Uma delas contou com um dueto entre Emicida e Marcos Valle –parceiros na faixa “Pequenas Alegrias da Vida Adulta”– e a outra foi da banda Melim –indicados com a música “Eu Feat. Você”.

O Grammy Latino trata de discos e músicas lançados entre 1° de junho de 2019 a 31 de maio de 2020. A cerimônia principal da premiação –que conta com uma performance de Anitta– acontece em Miami, a partir das 22h desta quinta, em formato modificado devido à pandemia de coronavírus. Este ano, o Grammy Latino não tem transmissão para o Brasil.

*

Veja abaixo os vencedores dos prêmios de língua portuguesa (indicados pelo asterisco):

Melhor canção em língua portuguesa

“A Tal Canção pra Lua (Microfonado)” — Vitor Kley & Samuel Rosa

“Abricó-De-Macaco” — João Bosco*

“AmarElo (Sample: Sujeito de Sorte – Belchior)” — Emicida com Majur & Pabllo Vittar

“Libertação” — Elza Soares & BaianaSystem com Virgínia Rodrigues

“Pardo” — Céu

Melhor álbum de pop contemporâneo em língua portuguesa

“N” — AnaVitória

“Enquanto Estamos Distantes” — As Bahias e a Cozinha Mineira

“APKÁ!” — Céu*

“Guaia” — Marcelo Jeneci

“Eu” — Melim

Melhor álbum de rock ou de música alternativa em língua portuguesa

“AmarElo” — Emicida*

“Little Electric Chicken Heart” — Ana Frango Elétrico

“Letrux aos Prantos” — Letrux

“Universo do Canto Falado” — Rapadura

“Na Mão as Flores” — Suricato

Melhor álbum de samba/pagode

“Mangueira – A Menina dos Meus Olhos” — Maria Bethânia

“Martinho 8.0 – Bandeira da Fé: Um Concerto Pop-Clássico (Ao Vivo)” — Martinho da Vila

“Samba Jazz, de Raiz, Cláudio Jorge 70” — Cláudio Jorge*

“Fazendo Samba” — Moacyr Luz e Samba do Trabalhador

“Mais Feliz” — Zeca Pagodinho

Melhor álbum de MPB

“O Amor no Caos Volume 2” — Zeca Baleiro

“Belo Horizonte” — Toninho Horta & Orquestra Fantasma*

“Bloco na Rua” — Ney Matogrosso

“Planeta Fome” — Elza Soares

“Caetano Veloso & Ivan Sacerdote” — Caetano Veloso & Ivan Sacerdote

Melhor álbum de músicas sertaneja

“#IssoÉChurrasco (Ao Vivo)” Fernando & Sorocaba

“Origens [Ao Vivo em Sete Lagoas, Brazil / 2019]” — Paula Fernandes*

“Livre Vol. 1” — Lauana Prado

“Churrasco do Teló Vol. 2” — Michel Teló

“Por Mais Beijos Ao Vivo (Ao Vivo)” — Zé Neto & Cristiano

Melhor álbum de música de raízes em língua portuguesa

“Veia Nordestina” — Mariana Aydar*

“Aqui Está-se Sossegado” — Camané & Mário Laginha

“Acaso Casa Ao Vivo” — Mariene De Castro e Almério

“Targino Sem Limites” — Targino Gondim

“Obatalá – Uma Homenagem a Mãe Carmen” — Grupo Ofa

“Autêntica” — Margareth Menezes

Melhor álbum de música cristã (língua portuguesa)

“Catarse: Lado A” — Daniela Araújo

“Reino” — Aline Barros*

“Profundo” — Ministério Mergulhar

“Maria Passa à Frente” — Padre Marcelo Rossi

“Memórias II (Ao Vivo em Belo Horizonte / 2019)” — Eli Soares

To Top