Com torre exclusiva, Dataprev apresenta produtos, tecnologias e desafios na Semana de Inovação 2020; conheça
Últimas Notícias

Com torre exclusiva, Dataprev apresenta produtos, tecnologias e desafios na Semana de Inovação 2020; conheça

Inteligência artificial, plataforma de computação em nuvem e até sistemas de ouvidoria estão entre as soluções apresentadas pela empresa no evento

A Semana de Inovação 2020, liderada pela Escola Nacional de Administração Pública (Enap), do Ministério da Economia, aconteceu essa semana em modo totalmente virtual. Sinal dos tempos difíceis, mas que a organização do evento resolveu enfrentar com criatividade para proporcionar uma experiência on-line diferente da que acontece fisicamente em um evento. O resultado veio com a confirmação de presença de 20 mil potenciais inovadores antes mesmo do início do encontro.

Com o tema (Re)imaginar e construir futuros, o maior evento de inovação pública da América Latina, contou com palestras, estandes e oficinas, mesas redondas, cursos, sessões on-demand e diversas outras atrações distribuídas em diversos ambientes da cidade virtual: o Entrelugar. Um dos destaques foi a torre exclusiva da Dataprev, que recebeu visitantes virtuais e apresentou as principais ações, cases e soluções da empresa que ajudam a facilitar a vida de milhões de brasileiros.

No espaço, foi possível saber um pouco mais sobre as linhas de atuação da empresa. O estande virtual contou com cinco totens interativos sobre os temas Relações de Trabalho e Emprego; Gestão de Benefícios + CNIS; gestão da inovação; computação em nuvem e concessão de crédito consignado. Ao todo, o evento registrou mais de 25,4 mil inscritos de 16 a 19 de novembro. Ao todo, a semana contou com mais de 400 palestrantes durante 200 horas de evento e cerca de 100 instituições envolvidas.

Conheça um pouco mais do que os profissionais da Dataprev apresentaram por lá.

Inteligência Artificial a serviço do Cidadão – Para mostrar como é possível modernizar e ampliar a oferta de produtos à sociedade com a utilização da Inteligência Artificial (AI), Thiago Prota, da Coordenação de Inteligência e Integração (COII), falou do papel estratégico da tecnologia no processo de transformação digital e de como, de forma disruptiva, ela vem renovando o portfólio de produtos da empresa e impulsionando sua esteira produtiva.

Prota também apresentou o Portal de IA da Dataprev, detalhando três grande cases: a detecção e extração de dados estruturados a partir de certidões; a realização da prova de vida remota, que demanda reconhecimento facial e gestual e a detecção de fakes, e uma solução que otimiza a interpretação de sentenças judiciais na análise de requerimentos para a concessão do seguro desemprego.

Segurança e agilidade na nuvem – A Semana de Inovação 2020 também contou com a apresentação da Dataprev sobre a plataforma GovCloud. O gerente Divisão de Pré-Venda e Visão de Clientes, Alessandro Moreira, explicou o funcionamento da plataforma, e o líder de equipe na Divisão de Pós Venda e Acompanhamento de Clientes, Danilo Gonçalves Lyra, realizou um workshop para mostrar o uso da plataforma na prática. A GovCloud é um produto da Dataprev voltado ao atendimento de Governo e órgãos públicos para possibilitar serviços ao cidadão.

Plataforma de computação em nuvem, possui três modalidades de serviços: 1) Infraestrutura básica; 2) Plataforma; 3) e Software. Na primeira, o cliente recebe acesso a um ambiente hardware que disponibiliza processamento, memória e espaço. A segunda é uma plataforma configurada para se desenvolver aplicações. Na terceira, as máquinas já estão prontas para uso de uma aplicação. Em outras palavras, cada modalidade oferta diferentes níveis de autonomia. A infraestrutura da GovCloud ainda possibilita alta disponibilidade e segurança dos serviços com a certificação internacional Tier III Operational Gold, presente em apenas quatro empresas do País – a Dataprev é a única empresa pública.

Resposta para todos – O estado de calamidade pública gerado pela pandemia do novo coronavírus exigiu do Governo diversas ações urgentes para mitigar os efeitos da crise. A Dataprev foi acionada pelo Ministério da Cidadania para fazer o processamento do Auxílio Emergencial. Com isso, muitas dúvidas e pleitos foram direcionados para o seu canal de ouvidoria. O ouvidor da Dataprev, Maurício Oliveira, e o especialista em TI da empresa, Fabio Gameleira, contaram como foi possível vencer a fila de mensagens recebidas dos cidadãos e não deixar ninguém sem resposta.

Antes de a Dataprev começar o cruzamento de informações do benefício, a Ouvidoria recebia por ano cerca de 2 mil manifestações. Com o Auxílio, o número de manifestações chegou a ser mais de 2 mil mensagens por dia. Era preciso encontrar uma forma de lidar com isso. “Fomos atrás de uma solução tecnológica dentro de casa”, contou o ouvidor. Ele então passou a trabalhar com Gameleira que, ao lado do também especialista no tema, Bruno Gargaglione, desenvolveu um conjunto de rotinas que possibilitou responder em bloco às manifestações. Com inovação e adaptação rápida, a Dataprev venceu esse desafio sem descumprir o prazo legal de atendimento para nenhuma das manifestações recebidas.

Solução sob medida com blockchain – “Blockchain: casos de uso em governo” foi o tema dos gerentes dos departamentos de Inovação (DEIN) e de Monitoramento e Estratégia Comercial (DEME), respectivamente William Veronesi e Edmar Ferreira. A apresentação contou ainda com a participação do coordenador-geral de Estratégias de Recuperação de Créditos da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN), João Grognet, para mostrar sua visão como cliente. Confiabilidade, segurança, escalabilidade, governança e custos foram alguns dos requisitos enumerados pelo procurador para a adoção do blockchain como solução.

Edmar Ferreira apresentou o b-CPF, produto pioneiro empregando blockchain na Dataprev. O gestor descreveu o processo de desenvolvimento da solução a partir da necessidade da Receita Federal de aprimorar a gestão do compartilhamento de dados do CPF com cerca de 800 entidades conveniadas com diferentes níveis de acesso. Veronesi partiu de conceitos básicos da tecnologia, tais como bloco gênese, transações, navegação, tokens, mineração etc. para falar sobre mercado, iniciativas no âmbito do governo federal, e os desafios e oportunidades associados ao emprego da tecnologia.

Blueprint – Larissa Ibiapina, da área de inovação da Dataprev, e Micheline Carvalho Barroso Pereira, que atua no Centro de Excelência da empresa na Paraíba, especializado em Inteligência Artificial se uniram para mostrar como utilizar técnicas de Design de Serviços para planejar e organizar pessoas, infraestrutura, comunicação e componentes materiais de um serviço para melhorar a sua qualidade e a interação entre a empresa e os consumidores.

Focando principalmente no Mapa de Jornada e no Blueprint, elas dividiram o tempo da oficina em teoria e prática, essa realizada com base em alguns desafios elaborados pelas facilitadoras. Com o sucesso do tema, a sala ficou cheia e várias pessoas não puderam participar por falta de vaga virtual. Os depoimentos reproduziram o clima local. O participante Rodrigo Narcizo deu o seu: “foi um acerto tremendo dar mais tempo para os participantes botarem a mão na massa e sentirem como é fazer a jornada. E os desafios escolhidos foram ótimos”.

Desafios da pandemia – O presidente da Dataprev, Gustavo Canuto, e o gerente de Monitoramento e Estratégia Comercial, Edmar Ferreira, mostraram na Semana de Inovação como foi realizar mais de 15 tarefas desafiadoras por solicitação do Governo Federal para atender os cidadãos na pandemia. Canuto abordou a atuação da Dataprev para dar conta dos desafios, já Ferreira falou de como foi manter equipes e infraestrutura na crise. Saiba mais nos links.

To Top