Biden deve escolher Yellen como 1ª mulher no comando do Tesouro dos EUA, dizem aliados
Economia

Biden deve escolher Yellen como 1ª mulher no comando do Tesouro dos EUA, dizem aliados

WASHINGTON (Reuters) – O presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, deve escolher a ex-chair do Federal Reserve Janet Yellen como secretária do Tesouro norte-americano, segundo dois aliados democratas.

Um porta-voz da campanha de Biden não quis comentar. Contatada por telefone, Yellen também não quis comentar.

Yellen, de 74 anos, seria a primeira mulher a chefiar o Tesouro, e a escolha de Biden representa um movimento em direção a uma experiente formuladora de política econômica, respeitada pelo Congresso, autoridades financeiras internacionais, interesses progressistas e também empresariais.

O Wall Street Journal informou nesta segunda-feira que Biden planejava escolher Yellen.

Yellen defendeu aumento nos gastos do governo para impulsionar a economia dos EUA após a profunda recessão provocada pelo coronavírus e frequentemente citou a crescente desigualdade econômica no país como uma ameaça aos valores da América e a seu futuro.

No Tesouro, ela teria um papel importante em influenciar a política fiscal e tributária dos EUA, ferramentas que ela não tinha no Fed, instituição que comandou de 2014 a 2018. Yellen foi vice-chair de 2010 a 2014.

Filha de um médico de família e de uma professora do ensino fundamental no Brooklyn, Yellen obteve o doutorado em Economia em Yale e lecionou a disciplina na Universidade da Califórnia, Berkeley, na Universidade de Harvard e na London School of Economics (LSE).

(Reportagem de David Lawder e Trevor Hunnicutt; reportagem adicional de Tim Ahmann e Eric Beech)

tagreuters.com2020binary_LYNXMPEGAM1GF-BASEIMAGE

To Top