Inflação dos aluguéis acumula alta de 24,5% em 12 meses, diz FGV
Últimas Notícias

Inflação dos aluguéis acumula alta de 24,5% em 12 meses, diz FGV

portalmixvalegoogle

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – O IGP-M (Índice Geral de Preços Mercado) registrou alta de 3,28% em novembro, informou a Fundação Getulio Vargas (FGV) nesta sexta-feira (27).

O IGP-M é utilizado como referência para a correção de valores de contratos, como os de aluguel de imóveis.

Desde janeiro, o índice acumula alta de 21,97%. Em 12 meses, a variação acumulada é de 24,52%.

Em novembro de 2019, o índice subia 0,30%, e acumulava alta de 3,97% em 12 meses.

Segundo a FGV, o avanço no IGP-M foi puxado pela alta dos preços das commodities agropecuárias, que pressionam o IPA (Índice de Preços ao Produtor Amplo). O índice, que corresponde a 60% da composição do IGP-M, subiu 4,26% em novembro, ante 4,15% em outubro.

As principais commodities que tiveram alta entre outubro e novembro foram milho (de 10,95% para 21,85%), trigo (de 2,32% para 19,20%) e bovinos (de 6,92% para 7,40%).

Também entram para conta o IPC (Índice de Preços ao Consumidor) e o INCC (Índice Nacional de Custo da Construção).

O IPC (Índice de Preços ao Consumidor) variou 0,72% em novembro, ante 0,77% em outubro. De acordo com o levantamento, 4 das 8 classes de despesa componentes do índice registraram recuaram em taxas de variação. O grupo Educação, Leitura e Recreação (3,10% para 1,44%) foi o responsável por puxar a variação.

Já o INCC variou 1,29% em novembro, ante 1,69% no mês anterior. Os três grupos componentes do índice tiveram as seguintes oscilações: Materiais e Equipamentos (4,12% para 2,85%), Serviços (0,33% para 0,73%) e Mão de Obra (0,19% para 0,24%).

To Top