Doria e Butantan confirmam assinatura de acordo com ministério por doses da CoronaVac
Brasil

Doria e Butantan confirmam assinatura de acordo com ministério por doses da CoronaVac

coronavac

(Reuters) – O contrato entre o Instituto Butantan e o Ministério da Saúde para venda da vacina CoronaVac ao governo federal foi assinado nesta quinta-feira, afirmou o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), pouco após afirmar que o acordo ainda não havia sido firmado.

“De fato, o Ministério da Saúde encaminhou agora às 19h o contrato assinado eletronicamente para aquisição das doses do Butantan”, disse Doria em vídeo divulgado por sua assessoria.

Mais cedo, em entrevista à GloboNews, Doria afirmou que o governo paulista estava disposto a colaborar com o plano nacional de vacinação contra a Covid-19, mas que ainda era necessário entendimento do ministério com o Estado e a assinatura de um contrato.

A CoronaVac foi desenvolvida pela chinesa Sinovac em parceria com o Butantan, que é ligado ao governo de São Paulo.

O ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello, havia afirmado mais cedo que a pasta já havia assinado acordo para aquisição de 100 milhões de doses da vacina a serem produzidas pelo Instituto Butantan.

Em nota, o Butantan também confirmou a assinatura do acordo, detalhando que estão previstas inicialmente quatro entregas ao ministério em um total de 46 milhões de doses e que o contrato prevê a possibilidade de o órgão federal adquirir do instituto outras 54 milhões de doses, totalizando 100 milhões.

(Reportagem de Pedro Fonseca)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH061HU-BASEIMAGE

To Top