Estimativa de safra de trigo da Argentina sobe para 17 mi t, diz bolsa
Agro

Estimativa de safra de trigo da Argentina sobe para 17 mi t, diz bolsa

BUENOS AIRES (Reuters) – A safra de trigo 2020/21 da Argentina deverá atingir 17 milhões de toneladas, ante estimativa anterior de 16,8 milhões de toneladas, devido a rendimentos superiores aos previstos em momento em que a colheita do cereal se aproxima do fim, disse nesta quinta-feira a Bolsa de Cereais de Buenos Aires (BdeC).

A Argentina é uma importante exportadora global de trigo e, embora o cultivo tenha sido afetado por uma forte seca durante a fase de desenvolvimento, no inverno do Hemisfério Sul, a área agrícola obteve condições climáticas favoráveis na atual etapa.

“No final do ciclo do cereal, os rendimentos médios obtidos a sul da área agrícola nacional ficaram entre 0,5 e 1 tonelada por hectare, acima do revelado em informativo anterior”, disse a BdeC em seu relatório semanal de cultivos.

O sul da província de Buenos Aires e da província de La Pampa representam juntos 20% dos 6,5 milhões de hectares plantados com trigo na Argentina, disse a bolsa, que acrescentou que a colheita do cereal atingiu 98,4% da área esperada.

Em relação à soja, cujo plantio chegou a 93,5% dos 17,2 milhões de hectares previstos para a oleaginosa, a bolsa disse que na região agrícola do núcleo do país as plantas ingressaram em etapas importantes de desenvolvimento em meio a reservas hídricas limitadas.

Já o plantio de milho avançou a 85,3% dos 6,3 milhões de hectares estimados, segundo o relatório da BdeC.

(Reportagem de Maximilian Heath)

((Tradução Redação São Paulo, 55 11 56447745))

REUTERS GA LC

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH061DC-BASEIMAGE

To Top