"Novo Galhardo" move o Inter diante do Goiás
Últimas Notícias

“Novo Galhardo” move o Inter diante do Goiás

portalmixvalenoticias-1280x728-1

PORTO ALEGRE, RS (UOL/FOLHAPRESS) – Se o Internacional surpreendeu ao terminar a rodada passada no segundo lugar na tabela do Campeonato Brasileiro, entenda: o time de Abel Braga chegou lá graças a uma série de fatores diretos e indiretos. O placar de 2 a 0 em cima do Ceará fez o clube gaúcho completar quatro vitórias seguidas e com a marca de uma aposta do treinador. Yuri Alberto também deu as caras em outra sessão da versão ‘novo Thiago Galhardo’. As ajudas externas, de Atlético-MG e Flamengo, igualmente explicam o pulo na classificação.

Na matemática é bem simples. O Inter vive a melhor sequência da atualidade entre todos os times da ponta de cima da tabela. Chegou a 50 pontos e pulou do quinto para o segundo lugar. Um adendo importante: a equipe tem uma partida a mais que Atlético-MG, Flamengo e Grêmio.

Neste domingo (10), às 18h15, o Colorado tem boa chance para manter a sequência positiva. A equipe de Abel Braga joga contra o Goiás, no estádio Beira-Rio, pela 29ª rodada do Brasileirão.

Depois das eliminações na Copa do Brasil e Copa Libertadores, o Inter ganhou dias para treinar e os resultados apareceram. São cinco rodadas sem derrota no Brasileiro (vitórias diante de Botafogo, Palmeiras, Bahia e Ceará).

Nenhum outro time tem retrospecto igual ao do Internacional, atualmente.

Se os números são perfeitos, o desempenho nem tanto. E é aí que vem o outro elemento da equação: os destaques individuais. Caio Vidal, promovido por Abel Braga, abriu o caminho da vitória no Castelão. O jogador é uma aposta do treinador veterano, que topou dar chance depois de indicação de funcionários do clube nos primeiros dias após a saída de Eduardo Coudet.

O Inter, que não jogava bem contra o Ceará, contou também com Yuri Alberto. O camisa 11, aliás, é o artilheiro da ‘era Abel Braga’. Com cinco gols, o ex-jogador do Santos reproduz os feitos de Thiago Galhardo com Eduardo Coudet.

Lá atrás, Galhardo resolveu jogos difíceis e virou goleador máximo do clube ao longo de 2020. Agora, o personagem é outro. Yuri Alberto marcou contra o América-MG, na Copa do Brasil, e levou a decisão aos pênaltis. Balançou as redes, também, em cima do Atlético-MG no empate por 2 a 2, nas vitórias diante de Botafogo e Palmeiras e, mais recentemente, em Fortaleza.

E, por fim, o contexto. Ao mesmo tempo em que o Internacional conseguiu vencer várias, os adversários patinaram. O Atlético-MG perdeu para o São Paulo por 3 a 0. O Flamengo empatou sem gols com o Fortaleza e depois perdeu, de virada, para o Fluminense. O Grêmio, também é preciso citar, acumulou dois empates no começo de dezembro e deu brecha.

INTERNACIONAL

Marcelo Lomba; Rodinei, Rodrigo Moledo, Cuesta, Moisés; Rodrigo Dourado, Edenilson, Praxedes, Patrick; Thiago Galhardo, Yuri Alberto. T.: Abel Braga

GOIÁS

Tadeu; David Duarte, Fábio Sanchez, Heron; Shaylon, Cabral, Breno, Douglas Baggio, Jefferson; Fernandão, Rafael Moura. T.: Augusto César

Estádio: Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)

Horário: 18h15 deste domingo

Juiza: Edina Alves Batista (SP)

To Top