Governo reconduz Nísia Trindade para o comando da Fiocruz por mais 4 anos
Brasil

Governo reconduz Nísia Trindade para o comando da Fiocruz por mais 4 anos

BRASÍLIA (Reuters) – O governo do presidente Jair Bolsonaro decidiu reconduzir Nísia Trindade para o comando da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) pelos próximos quatro anos, segundo portaria assinada nesta segunda-feira pelo ministro da Casa Civil, Braga Netto, em meio ao processo de compra e produção pela entidade da vacina contra Covid-19 da AstraZeneca-Oxford.

Nísia Trindade foi a mais votada em uma lista tríplice formulada em novembro com nomes para ocupar a presidência da fundação e entregue ao presidente Jair Bolsonaro e ao ministro da Saúde, Eduardo Pazuello. Na ocasião, ela obteve 87% dos votos válidos.

A atual presidente da Fiocruz participou de uma agenda oficial com o ministro-chefe da Casa Civil na manhã desta segunda-feira. Posteriormente, foi levada por Braga Netto para conversas –que foram registradas em fotos oficiais– com o próprio Bolsonaro e com o secretário-executivo do Ministério da Saúde, Elcio Franco.

O titular da Saúde, Eduardo Pazuello, cumpre agenda oficial nesta segunda-feira em Manaus.

A Fiocruz lidera os esforços da principal aposta do governo Bolsonaro para começar a vacinação contra Covid-19, o imunizante da AstraZeneca. Já foi pedido o registro para uso emergencial da vacina na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e a expectativa do governo é começar a imunização, no cenário mais otimista, até 20 de janeiro.

(Reportagem de Ricardo Brito)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH0A1J3-BASEIMAGE

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH0A1J2-BASEIMAGE

To Top